Você está aqui
  1. Exercícios
  2. Exercícios de Química
  3. Exercícios sobre classificação dos sais

Exercícios sobre classificação dos sais

Estes exercícios sobre classificação dos sais abordarão a classificação segundo a solubilidade, a presença de água e a natureza dos íons que compõem os sais inorgânicos.

Questão 1

(PUC-SP) Um estudante pretende separar os componentes de uma amostra contendo três sais de

chumbo II: Pb(NO3)2, PbSO4 e PbI2. Após analisar a tabela de solubilidade abaixo,


Solubilidade de sais de chumbo

ele propôs o seguinte procedimento:

“Adicionar água destilada em ebulição à mistura, agitando o sistema vigorosamente. Filtrar a suspensão resultante, ainda quente. Secar o sólido obtido no papel de filtro; este será o sal A. Recolher o filtrado em um béquer, deixando-o esfriar em banho de água e gelo. Proceder a uma nova filtração e secar o sólido obtido no papel de filtro; este será o sal B. Aquecer o segundo filtrado até a evaporação completa da água; o sólido resultante será o sal C”.

Os sais A, B e C são, respectivamente,

a) Pb(NO3)2, PbSO4 e PbI2.

b) PbI2, PbSO4 e Pb(NO3)2.

c) PbSO4, Pb(NO3)2 e PbI2.

d) PbSO4, PbI2 e Pb(NO3)2.

e) Pb(NO3)2, PbI2 e PbSO4.

ver resposta


Questão 2

Classifique os sais da coluna I segundo a natureza de seus íons, que está apontada na coluna II:

Coluna I: Coluna II:

A) NH4Cl I. Sal neutro.

B) CuSO4 . 5 H2O II. Sal básico.

C) KNaSO4 III. Sal ácido.

D) KAl(SO4)2 . 12 H2O IV. Sal duplo.

E) NaCl V. Sal hidratado.

F) NaOOCCH3 VI. Alúmen.

a) A-III; B-VI; C-IV; D-V; E-I; F-II.
b) A-II; B-V; C-IV; D-VI; E-III; F-I.
c) A-III; B-V; C-IV; D-VI; E-I; F-II.
d) A-II; B-I; C-VI; D-IV; E-III; F-V.
e) A-II; B-V; C-IV; D-VI; E-I; F-III.

ver resposta


Questão 3

(ITA-SP) São pouco solúveis em água os seguintes pares de sais:

a) BaCl2 e PbCl2.
b) MgSO4 e BaSO4.
c) PbSO4 e Pb(NO3)2.
d) K2CrO4 e Na2CrO4.
e) AgBr e PbS.

ver resposta


Questão 4

Qual das alternativas a seguir indica uma equação química que apresenta um hidrogenossal que é solúvel em água:

a) HCl + Ca(OH)2 → Ca(OH)Cl + H2O

b) H2SO4 + Al(OH)3 → Al2(SO4)3 + H2O

c) HCN + NH4OH → NH4CN + H2O

d) H3BO3 + Ca(OH)2 →Ca3(BO3)2- + H2O

e) HCl + AgOH → AgCl + H2O

ver resposta



Respostas

Resposta Questão 1

Alternativa “d”.

Pelo procedimento citado, o sal A é insolúvel em água quente. Pela tabela, vemos que o único assim é o sulfato de chumbo II: PbSO4.

O sal B é solúvel em água quente e insolúvel em água fria (cristaliza com o resfriamento da água usada na dissolução): PbI2.

O sal C é solúvel tanto em água quente quanto em água fria, sendo, então, o nitrato de chumbo II: Pb(NO3)2. Ele só aparece como sólido quando a água de sua dissolução é totalmente vaporizada.

voltar a questão


Resposta Questão 2

Alternativa “c”.

A) NH4Cl → III. Sal ácido.

Formado por uma base fraca e um ácido forte:

Cátion → NH42+ (vem do hidróxido de amônio, NH4OH, uma base fraca);
Ânion → Cl- (vem do ácido clorídrico, HCl, um ácido forte).

Quando esse sal é adicionado à água, o seu cátion oriundo de uma base fraca sofre hidrólise e gera íons H3O+ (aq), o que torna a solução ácida.

 

B) CuSO4 . 5 H2O → V. Sal hidratado.

É penta-hidratado, com moléculas de água em proporções definidas que ficam no retículo cristalino do sal no estado sólido.

C) KNaSO4 → IV. Sal duplo.

Em solução aquosa, libera dois cátions: K+ e Na+.

D) KAl(SO4)2 . 12 H2O VI. Alumen.
É formado por dois cátions (K+ e Al3+), sendo um monovalente (com carga +1) e o outro trivalente (com carga +3), por um único ânion (o sulfato (SO42-)) e por água de cristalização.

E) NaCl → I. Sal neutro.

Esse sal foi formado pela reação de um ácido e uma base fortes:

Cátion → Na+ (vem do hidróxido de sódio, NaOH, uma base forte);
Ânion → Cl- (vem do ácido clorídrico, HCl, um ácido forte).

Em água, ele não altera o pH do meio.

F) NaOOCCH3 II. Sal básico.
Foi formado por um ácido fraco e uma base forte:
Cátion → Na+ (vem do hidróxido de sódio, NaOH, uma base forte);
Ânion → CH3COO– (vem do ácido etanoico, CH3COOH, H2CO3, um ácido fraco).
O ânion acetato (CH3COO) hidrolisa-se em meio aquoso e forma o ácido acético e íons hidroxila (OH), o que torna a solução básica.
 

voltar a questão


Resposta Questão 3

Alternativa “e”.

a) Os cloretos costumam ser solúveis, exceto os de prata, mercúrio I, ouro, cromo III e de chumbo II (PbCl2). Esse último aparece na alternativa, mas o cloreto de bário (BaCl2) é solúvel em água.

b) Os sulfatos costumam ser solúveis, exceto os de estrôncio, cálcio, prata, mercúrio I, mercúrio II e de bário (BaSO4). Esse último aparece na alternativa, mas o sulfato de magnésio ( MgSO4) é solúvel em água.

c) O sulfato de chumbo II (PbSO4) é solúvel e todos os nitratos são solúveis, incluindo o nitrato de chumbo II (Pb(NO3)2) citado na alternativa.

d) Os cromatos são insolúveis.

e) Os brometos são solúveis, mas o de prata é uma exceção. Já os sulfetos são insolúveis. Assim, o AgBr e o PbS são pouco solúveis em água.

voltar a questão


Resposta Questão 4

Alternativa “b”.

b) H2SO4 + Al(OH)3 → Al2(SO4)3 + H2O

Esse sal é formado por um ácido forte (ácido sulfúrico - H2SO4) e por uma base fraca (hidróxido de alumínio - Al(OH)3 ), formando um sal ácido ou hidrogenossal. Ele é também solúvel em água por ser um sulfato de alumínio.

voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
Assista às nossas videoaulas