Você está aqui Exercícios Exercícios de Química Exercícios sobre cálculos em propriedades coligativas

Exercícios sobre cálculos em propriedades coligativas

Estes exercícios sobre cálculos em propriedades coligativas abrangem a tonometria, ebuliometria, criometria e osmometria.

Questão 1

(PUC-RS) Eventualmente, a solução 0,30 M de glicose é utilizada em injeção intravenosa, pois tem pressão osmótica próxima à do sangue. Qual a pressão osmótica, em atmosferas, da referida solução a 37° C?

a) 1,00

b) 1,50

c) 1,76

d) 7,63

e) 9,83

ver resposta


Questão 2

Seguindo os passos do químico francês François-Marie Raoult (1830-1901), que pesquisou sobre o efeito criométrico nas soluções, um estudante de Química dissolveu 90 g de glicose (C6H12O6) em 400 g de água e aqueceu o conjunto. Sabendo que o Kc da água é 1,86 ºC/mol, qual foi a temperatura inicial de congelamento por ele encontrada depois de algum tempo?

(Dados: M1 da glicose = 180g/mol, M2 da água= 18g/mol)

a) 2,20 ºC.

b) 2,72 ºC.

c) 7,22 ºC.

d) 2,27 ºC.

ver resposta


Questão 3

(ACAFE SC) O abaixamento da pressão de vapor do solvente em soluções não eletrolíticas pode ser estudado pela Lei de Raoult: P1 = X1.P2, onde P2 é a pressão de vapor do solvente na solução, P2 é a pressão de vapor do solvente puro à mesma temperatura e X1 é a fração molar do solvente. Qual a variação da pressão de vapor do solvente (em módulo) de uma solução que possui 18g de glicose em 90g da água a 40ºC?

Dados: Considere que a pressão de vapor da água a 40ºC = 55,3 mmHg; massa molar da glicose = 180 g/mol; massa molar da água = 18 g/mol.

a) 3,4 mmHg

b) 54,2 mmHg

c) 2,4 mmHg

d) 1,1 mmHg

ver resposta


Questão 4

Sabendo que uma solução aquosa de sacarose apresenta concentração 0,80 molal, o cálculo da elevação do ponto de ebulição da água resultará em (°C):

Dado: Constante de ebulioscopia molal da água = 0,52°C/molal.

a) 5,2°C.

b) 2,6°C.

c) 0,416°C.

d) 0,26°C.

e) 0,13°C.

ver resposta



Respostas

Resposta Questão 1

Letra d).

Dados do exercício:

M = 0,3 M
T = 37 oC ou 310 K (somando 37 com 273)

Observação: R = 0,082 atm.L. mol-1. K-1 (constante universal dos gases perfeitos)

Calculando a pressão osmótica:

Π = M.R.T
Π = 0,3.0,082.310
Π = 7,62 atm

voltar a questão


Resposta Questão 2

Letra b).

Os dados fornecidos são:

m1 = 90 g
m2 = 400 g
p2 = 55,3 mmHg
M1 = 180g/mol
M2 = 18g/mol
Kc = 1,86 ºC/mol
Δtc = ?

Cálculo do Δtc com a fórmula:

Δtc = Kc.W

Δtc= Kc.m1
        M1.m2

Δtc = 1,86.90
         180.0,4

Δtc = 167,4
           72

Δtc = 2,72 ºC

voltar a questão


Resposta Questão 3

Letra d).

Os dados fornecidos são:

m1 = 18 g
m2 = 90 g
p2 = 55,3 mmHg
M1 = 180g/mol
M2 = 18g/mol
Δp = ?

Cálculo do Δp com a fórmula:

 Δp = Kt.W
p2

 Δp = Kt.m1
p2     M1.m2

 Δp = 0,018.18
55,3  180.0,09

 Δp = 55,3.0,018.18
16,2

 Δp = 17,91
16,2

Δp = 1,10 mmHg

voltar a questão


Resposta Questão 4

Letra c).

Os dados fornecidos são:

Δte = ?
W = 0,8 molal
Ke = 0,52°C/molal

Assim, para calcular o Δte, utilizaremos a seguinte fórmula:

Δte = Ke.W
Δte = 0,52.0,8
Δte = 0,416 °CB

voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas