Você está aqui Exercícios Exercícios de Literatura Exercícios sobre a terceira geração do Romantismo

Exercícios sobre a terceira geração do Romantismo

Com estes exercícios, é possível avaliar seus conhecimentos sobre a terceira geração do Romantismo, conhecida também como Condoreirismo.

  • Questão 1

    A terceira geração do romantismo possui características marcantes que se relacionam com o momento histórico, político e social. Assinale a alternativa que melhor descreve essa fase da literatura brasileira:

    a) ( ) é conhecida também com byroniana ou ultrarromântica por possuir uma visão pessimista e decadente da vida e da sociedade. Possui como características o sofrimento amoroso, a valorização da morte, a tristeza, a melancolia e o misticismo.

    b) ( ) é conhecida também como condoreira. Possui como marca poética a denúncia das desigualdades sociais e a defesa da liberdade.

    c) ( ) é conhecida também como nacionalista ou indianista. O foco poético está na natureza tropical, no patriotismo, nos eventos históricos e no indígena brasileiro.

    ver resposta


  • Questão 2

    Leia um trecho do poema de Castro Alves “O Navio Negreiro”, poeta da terceira geração do romantismo, e julgue as alternativas em verdadeiras ou falsas:

    O navio negreiro

    V

    Senhor Deus dos desgraçados!
    Dizei-me vós, Senhor Deus!
    Se é loucura... se é verdade
    Tanto horror perante os céus?!
    Ó mar, por que não apagas
    Co'a esponja de tuas vagas
    De teu manto este borrão?...
    Astros! noites! tempestades!
    Rolai das imensidades!
    Varrei os mares, tufão!

    Quem são estes desgraçados
    Que não encontram em vós

    Mais que o rir calmo da turba
    Que excita a fúria do algoz?
    Quem são? Se a estrela se cala,
    Se a vaga à pressa resvala
    Como um cúmplice fugaz,
    Perante a noite confusa...
    Dize-o tu, severa Musa,
    Musa libérrima, audaz!...

    São os filhos do deserto,
    Onde a terra esposa a luz.

    Onde vive em campo aberto
    A tribo dos homens nus...
    São os guerreiros ousados
    Que com os tigres mosqueados
    Combatem na solidão.
    Ontem simples, fortes, bravos.
    Hoje míseros escravos,
    Sem luz, sem ar, sem razão. . .

    São mulheres desgraçadas,
    Como Agar o foi também.

    Que sedentas, alquebradas,
    De longe... bem longe vêm...
    Trazendo com tíbios passos,
    Filhos e algemas nos braços,
    N'alma — lágrimas e fel...
    Como Agar sofrendo tanto,
    Que nem o leite de pranto
    Têm que dar para Ismael.
    (...)

    a) ( ) O eu lírico expressa um sentimento de revolta à escravidão e ao tráfico de seres humanos.

    b) ( ) Há uma crítica ao comportamento submisso dos escravos.

    c) ( ) Castro Alves foi um poeta que se destacou por meio da denúncia social, expressa em seus poemas.

    d) ( ) O poema épico “O Navio Negreiro” é marcado pelo pessimismo, a revolta e o valor da morte, algumas características da terceira geração do Romantismo.

    e) ( ) o sentimento nacionalista está presente no poema ao apresentar uma idealização do Brasil por alguém que está exilado.

    ver resposta


  • Questão 3

    Assinale a alternativa mais adequada em relação ao poema abaixo:

    O GONDOLEIRO DO AMOR

    Dama-negra
    Teus olhos são negros, negros,
    Como as noites sem luar...
    São ardentes, são profundos,
    Como o negrume do mar;

    Sobre o barco dos amores,
    Da vida boiando à flor,
    Douram teus olhos a fronte
    do Gondoleiro do amor.

    Tua voz é a cavatina
    Dos palácios de Sorrento,
    Quando a praia beija a vaga,
    Quando a vaga beija o vento;
    E como em noites de Itália,
    Ama um canto o pescador,
    Bebe a harmonia em teus cantos
    O Gondoleiro do amor.

    Teu sorriso é uma aurora,
    Que o horizonte enrubesceu,
    Rosa aberta com o biquinho
    Das aves rubras do céu.

    Nas tempestades da vida
    Das rajadas no furor,
    Foi-se a noite, tem auroras
    O Gondoleiro do amor.

    Teu seio é vaga dourada
    Ao tíbio clarão da lua,
    Que, ao murmúrio das volúpias,
    Arqueja, palpita nua;

    Como é doce, em pensamento,
    Do teu colo no langor
    Vogar, naufragar, perder-se
    O Gondoleiro do amor!?

    Teu amor na treva é - um astro,
    No silêncio uma canção,
    É brisa - nas calmarias,
    É abrigo - no tufão;

    Por isso eu te amo querida,
    Quer no prazer, quer na dor...
    Rosa! Canto! Sombra! Estrela!
    Do Gondoleiro do amor.

    ALVES, Castro. Poesias completas de Castro Alves.

    a) ( ) Na terceira geração, há a presença de um sensualismo por meio de uma descrição de uma mulher real, concreta, com características típicas da mulher. Além disso, o amor é expresso de forma real, concreto e possível de ser vivido e realizado.

    b) ( ) a visão dos românticos era impregnada de um olhar pessoal sobre a realidade, que era descrita de forma idealizada. Isso também se aplicava à pátria. O sentimento nacionalista de um país recém-independente era expresso de forma exagerada, uma vez que eram exaltados apenas os aspectos positivos da pátria.

    c) ( ) o pessimismo presente no poema era conhecido como “mal do século”, no qual o artista achava impossível realizar seus desejos. Há a presença de tédio, morbidez, sofrimento, pessimismo, negativismo, satanismo, masoquismo, cinismo e autodestruição.

    ver resposta


  • Questão 4

    (CESPE)

    Navio Negreiro

    Castro Alves

    Era um sonho dantesco... O tombadilho
    Que das luzernas avermelha o brilho,
    Em sangue a se banhar.
    Tinir de ferros... estalar do açoite...
    Legiões de homens negros como a noite,
    Horrendos a dançar...
    Negras mulheres, suspendendo às tetas
    Magras crianças, cujas bocas pretas
    Rega o sangue das mães:
    Outras, moças... mas nuas, espantadas,
    No turbilhão de espectros arrastadas,
    Em ânsia e mágoas vãs.
    Presa nos elos de uma só cadeia,
    A multidão faminta cambaleia,
    E chora e dança ali!
    Um de raiva delira, outro enlouquece...
    Outro, que de martírios embrutece,
    Cantando, geme e ri!

    No entanto o capitão manda a manobra
    E após, fitando o céu que se desdobra
    Tão puro sobre o mar,
    Diz do fumo entre os densos nevoeiros:
    "Vibrai rijo o chicote, marinheiros!
    Fazei-os mais dançar!..."

    Com base no poema apresentado acima, assinale a opção correta.

    a) O estilo, a seleção lexical e a sintaxe do poema prenunciam características do modernismo literário.

    b) Por focalizar um problema social, o poema é predominantemente dissertativo.

    c) Da temática do poema permite-se concluir que se trata de um exemplo de poesia condoreira, em que a emoção é utilizada para reforçar a denúncia que se pretende empreender.

    d) O esquema de rimas apresentado no poema pode ser representado por AABBCC.

    ver resposta



Respostas

  • Resposta Questão 1

    Letra B

    a) Segunda geração do Romantismo.

    b) Primeira geração do Romantismo.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    a) (V)

    b) (F) – Não há crítica ao comportamento submisso dos escravos, e sim ao comportamento dos escravagistas.

    c) (V)

    d) (F) – O pessimismo, a revolta e o valor da morte são características da segunda geração do Romantismo.

    e) (F) Não há a presença do sentimento nacionalista (característica da primeira geração do Romantismo), e sim uma denúncia social sobre a escravidão

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Letra A

    b) O poema não faz referência à pátria, mas ao amor por uma mulher.

    c) Não há a presença dessa característica no poema, típica da segunda geração do Romantismo.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Letra C

    a) O estilo pertence ao Romantismo, movimento literário ao qual pertence o poema.

    b) o poema não possui características de um texto do gênero dissertativo, mas sim de uma narrativa poética.

    d) O esquema de rimas é AABCCB:

    Era um sonho dantesco... O tombadilho A

    Que das luzernas avermelha o brilho, A

    Em sangue a se banhar. B

    Tinir de ferros... estalar do açoite... C

    Legiões de homens negros como a noite, C

    Horrendos a dançar... B

    voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas