Você está aqui Exercícios Exercícios de História do Brasil Exercícios sobre as causas da Guerra do Paraguai

Exercícios sobre as causas da Guerra do Paraguai

Com estes exercícios, você pode avaliar seus conhecimentos sobre as causas que deram início à Guerra do Paraguai.

  • Questão 1

    As causas da Guerra do Paraguai são intensamente debatidas pelos historiadores. Novos estudos a partir de documentação inédita deram surgimento a novas interpretações e conclusões. Essas novas interpretações ficaram conhecidas como historiografia moderna ou historiografia pós-revisionista. A respeito dos novos estudos sobre as causas do conflito, selecione a alternativa correta:

    a) a nova historiografia entende a guerra como resultado do imperialismo inglês, que manipulou Brasil e Argentina para lutar contra o Paraguai;

    b) a nova historiografia entende o conflito como resultado único da megalomania de Solano López e do expansionismo paraguaio;

    c) a nova historiografia entende a guerra como fruto do contexto de consolidação das fronteiras e das nações platinas e do choque de interesses políticos e econômicos existentes;

    d) a nova historiografia afirma que a guerra foi consequência da aliança do Brasil com os blancos no Uruguai e com os federalistas na Argentina;

    e) a nova historiografia entende a guerra como resultado da disputa econômica travada por Brasil e Paraguai para abastecer o mercado americano em crescimento após a Guerra de Secessão.

    ver resposta


  • Questão 2

    A Guerra do Paraguai foi resultado do choque de interesses entre as diferentes nações da bacia platina. Qual foi o estopim que deu início a esse conflito em 1864?

    a) a invasão de Corrientes pelo exército paraguaio;

    b) a invasão do Uruguai pelo exército brasileiro;

    c) a negativa do Brasil em receber o diplomata paraguaio em setembro de 1864;

    d) a negativa do Paraguai em receber o diplomata brasileiro em setembro de 1864;

    e) a aliança do Brasil com a Inglaterra durante a Questão Christie.

    ver resposta


  • Questão 3

    A respeito das causas e do contexto que antecedeu a Guerra do Paraguai, selecione a alternativa FALSA:

    a) a aproximação do Paraguai com os federalistas argentinos e com os blancos uruguaios foi um fator de atrito do Paraguai com Brasil e Argentina.

    b) o primeiro ato de agressão na guerra ocoreu quando os paraguaios aprisionaram uma embarcação brasileira e invadiram a província de Mato Grosso.

    c) no período que antecedeu a Guerra do Paraguai, existia um conflito interno na Argentina travado entre o governo de Buenos Aires, representado pelo presidente Mitre, e os federalistas, liderados por Urquiza.

    d) na disputa política travada no Uruguai, o Brasil posicionou-se do lado dos blancos, uma vez que os colorados mantinham uma postura antibrasileira e contrária à livre navegação na bacia platina.

    e) Francisco Solano López governava o Paraguai de maneira ditatorial, perseguindo seus opositores e usando sua função para seu enriquecimento ilícito.

    ver resposta


  • Questão 4

    A respeito da postura brasileira no contexto que antecedeu a Guerra do Paraguai, selecione a alternativa VERDADEIRA:

    a) o Brasil defendia a livre navegação nos rios da bacia platina, pois a sua navegação era a forma mais fácil de manter contato com Cuiabá e a província de Mato Grosso.

    b) em 1863, o Brasil posicionou-se favorável aos federalistas argentinos, visando ao enfraquecimento do governo da Argentina.

    c) a invasão do Uruguai pelo Brasil visava a anexar o país e recuperar aquela região que havia sido perdida em 1828.

    d) o Brasil deu atenção às advertências paraguaias e, para evitar um confronto, não invadiu o Uruguai em 1864.

    e) aliou-se aos blancos secretamente para enfraquecer o governo de Mitre na Argentina.

    ver resposta



Respostas

  • Resposta Questão 1

    LETRA C

    A nova historiografia consolidou-se a partir da década de 1990 e chegou a novas conclusões sobre a Guerra do Paraguai após realizar a análise de documentação inédita. Primeiramente, a nova historiografia realizou a crítica ao revisionismo, mostrando-o como uma análise sem comprovação documental e ideologizada em demasia. Em seguida, a nova historiografia concluiu que o conflito foi resultado do contexto político e econômico daquela região na década de 1860.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    LETRA B

    O estopim que deu início ao conflito foi a invasão do Uruguai realizada pelo exército brasileiro em setembro de 1864. O exército brasileiro tinha como objetivo derrubar o governo blanco – aliado do Paraguai – para que os colorados – aliados de Brasil e Argentina – assumissem o poder uruguaio. A resposta paraguaia veio em dezembro de 1864, quando atacaram uma embarcação brasileira e invadiram o Mato Grosso.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    LETRA D

    Na disputa política travada no Uruguai, o Brasil posicionou-se ao lado dos colorados. Esse partido político uruguaio era alinhado ideologicamente com os interesses brasileiros na região e, assim, era apoiado pelo Brasil. A interferência do Brasil no conflito uruguaio ocorreu, principalmente, após pressão dos estancieiros gaúchos sobre o governo para que seus interesses econômicos no Uruguai fossem defendidos.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    LETRA A

    A livre navegação dos rios da bacia platina era o maior interesse do Brasil nessa região, principalmente porque o contato com a província do Mato Grosso somente ocorria pelos rios navegáveis daquela região. Não havia estradas por terra que ligavam o Mato Grosso a outras partes do Brasil. A questão da livre navegação dos rios platinos que cruzavam o Paraguai era foco de atrito diplomático entre Brasil e Paraguai havia décadas.

    voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas