Você está aqui Exercícios Exercícios de Literatura Exercícios sobre Mário de Andrade

Exercícios sobre Mário de Andrade

Para resolver estes exercícios sobre Mário de Andrade, você deve saber reconhecer as principais características da obra desse importante nome do modernismo brasileiro.

  • Questão 1

    (PUC PR – 2010)

    Leia os fragmentos a seguir, retirados do conto O besouro e a rosa, do livro Contos de Belazarte, de Mário de Andrade, para responder às questões.

    1 - João não viu nada disso, estou fantasiando a história. Depois do século dezenove os contadores parece que se sentem na obrigação de esmiuçar com sem-vergonhice essas coisas.

    2 - João ficou sozinho na sala, não sabia o que tinha acontecido lá dentro, mas porém adivinhando que lhe parecia que a Rosa não gostava dele.(...) Por causa dele o Lapa Atlético venceu. Venceu porque derrepentemente ela aparecia no corpo dele e lhe dava aquela vontade.

    3 - Pedro Mulato era um infame, até gatuno, Deus me perdoe! Rosa não escutou nada. Bateu o pé. Quis casar e casou. Meia que sentia que estava errada porém não queria pensar e não pensava. As duas solteironas choraram muito quando ela partiu casada e vitoriosa, sem uma lágrima. Dura. Rosa foi muito infeliz.

    I. O primeiro fragmento há metaficção, voltada para a crítica aos escritores do século XIX.

    II. A crítica aos escritores do século XIX é uma das marcas do Modernismo brasileiro, do qual Mário de Andrade é um dos expoentes.

    III. No fragmento 2, o uso da palavra derrepentemente se justifica pela proposta de uso da língua feita pelo Modernismo.

    IV. O uso do mas porém, no fragmento 2, aproxima a escrita da oralidade, uma das propostas do Modernismo brasileiro.

    V. O final do conto “Rosa foi muito infeliz” quebra a expectativa do leitor, que espera haver um final feliz. Esse estranhamento também faz parte das propostas modernistas.

    Assinale a alternativa CORRETA:

    a) As assertivas I, II e IV são verdadeiras.

    b) Todas as assertivas são verdadeiras.

    c) As assertivas I e V são verdadeiras.

    d) Somente a assertiva I é falsa.

    e) Todas as assertivas são falsas.

    ver resposta



  • Questão 2

    (PUCCAMP)

    Assinale a alternativa em que se encontram preocupações estéticas da Primeira Geração Modernista:
     
    a) “Não entrem no verso culto o calão e solecismo, a sintaxe truncada, o metro cambaio, a indigência das imagens e do vocabulário do pensar e do dizer.”

    b) “Vestir a Ideia de uma forma sensível que, entretanto, não terá seu fim em si mesma, mas que, servindo para exprimir a Ideia, dela se tornaria submissa.”

    c) “Minhas reivindicações? Liberdade. Uso dela; não abuso.” “E não quero discípulos. Em arte: escola = imbecilidade de muitos para vaidade dum só.”

    d) “Na exaustão causada pelo sentimentalismo, a alma ainda trêmula e ressoante da febre do sangue, a alma que ama e canta porque sua vida é amor e canto, o que pode senão fazer o poema dos amores da vida real?”

    e) “O poeta deve ter duas qualidades: engenho e juízo; aquele, subordinado à imaginação, este, seu guia, muito mais importante, decorrente da reflexão. Daí não haver beleza sem obediência à razão, que aponta o objetivo da arte: a verdade.” 

    ver resposta


  • Questão 3

    São características da linguagem de Mário de Andrade, exceto:

    a) Mário de Andrade empenhou-se em criar a “Língua Brasileira”. Tal missão faz parte do projeto nacionalista de Mário, no qual a língua literária seria um importante critério de brasilidade.

    b) Para Mário, a língua é um fator de identidade da nacionalidade, importante instrumento de unificação cultural. O projeto de nacionalizar a linguagem pode ser percebida em seus contos e em uma de suas mais importantes obras, Macunaíma.

    c) Mário propôs uma nova linguagem poética, baseada no verso livre, nas rupturas sintáticas, nos flashes cinematográficos, nos neologismos, na elisão e na fragmentação.

    d) Por meio de uma linguagem debochada, irônica e crítica, Mário satirizava os meios acadêmicos e também a burguesia, estabelecendo uma profunda ruptura em relação à cultura do passado.

    ver resposta


  • Questão 4

    Considere as seguintes afirmações:

    I. Em sua poesia, Mário de Andrade foi capaz de extrair lirismo de situações aparentemente banais, sendo essa uma de suas principais características.

    II. Conciliava a crítica social e a reflexão filosófica acerca da condição humana, fazendo uso de oposições formais e da coloquialidade linguística.

    III. Sua obra poética apresenta duas vertentes: a poesia intimista e introspectiva e a poesia política, de combate às injustiças sociais, fazendo uso de uma linguagem agressiva e explosiva.

    IV. Destaca-se, em quase todas as suas obras, a preocupação com a descoberta e a exploração de novas técnicas narrativas.

    V. Mário abdicou dos ideais modernistas durante a última fase de sua produção literária, retornando a uma poesia de forma convencional ao escrever versos de medida clássica.

    Estão corretas:

    a) Todas estão corretas.

    b) Apenas II e III estão corretas.

    c) Apenas III e IV estão corretas.

    d) I e V estão corretas.

    e) II, III e IV estão corretas.

    ver resposta


Respostas

  • Resposta Questão 1

    Alternativa “b”.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Alternativa “c”. Em seu Prefácio interessantíssimo, na obra fundadora do modernismo brasileiro, Pauliceia desvairada, Mário de Andrade deixou clara sua intenção de romper com a cultura do passado, negando assim qualquer enquadramento nas estéticas literárias vigentes, bem como repensar os cânones literários.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Alternativa “d”. As características descritas na alternativa dizem respeito ao escritor Oswald de Andrade, que, ao lado de Mário e Manuel Bandeira, formou a conhecida tríade modernista. Mário propôs a criação de uma língua brasileira que romperia com a língua portuguesa. Entretanto, uma de suas principais características era a serenidade, visto que discordava da postura destruidora defendida por Oswald e defendia que o passado deveria ser revisitado, e não radicalmente negado.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Alternativa “c”.

    voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas