Você está aqui Exercícios Exercícios de Literatura Exercícios sobre Heterônimos de Fernando Pessoa

Exercícios sobre Heterônimos de Fernando Pessoa

Para resolver estes exercícios sobre heterônimos de Fernando Pessoa, você deve conhecer as características da obra de um dos mais importantes poetas da literatura portuguesa.

  • Questão 1

    Relacione os fragmentos a seguir de acordo com as características dos heterônimos de Fernando Pessoa:

    I.

    “(...) Mas serenamente 
    Imita o Olimpo 
    No teu coração. 
    Os deuses são deuses 
    Porque não se pensam.”

    II.

    “(...) Começo a conhecer-me. Não existo. 
    Sou o intervalo entre o que desejo ser e os outros me fizeram, 
    ou metade desse intervalo, porque também há vida ... 
    Sou isso, enfim (...)”.

    III.

    “(...) Eu não tenho filosofia: tenho sentidos...

    Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,

    mas porque a amo, e amo-a por isso,

    Porque quem ama nunca sabe o que ama

    Nem sabe por que ama, nem o que é amar ...

    Amar é a eterna inocência,

    E a única inocência não pensar...”.

    IV.

    “(...) Será que em seu movimento

    A brisa lembre a partida,

    Ou que a largueza do vento

    Lembre o ar livre da ida?

    Não sei, mas subitamente

    Sinto a tristeza de estar

    O sonho triste que há rente

    Entre sonhar e sonhar.”

    ( ) Bernardo Soares.

    ( ) Álvaro de Campos.

    ( ) Alberto Caeiro.

    ( ) Ricardo Reis.

    a) IV, II, III e I.

    b) I, II, IV e III.

    c) III, I, IV e II.

    d) II, IV, I e III.

    ver resposta



  • Questão 2

    (Universidade Metodista – São Paulo)

    A respeito de Fernando Pessoa, é incorreto afirmar que:

    a) não só assimilou o passado lírico de seu povo, como refletiu em si as grandes inquietações humanas do começo do século.

    b) os heterônimos são meios de conhecer a complexidade cósmica impossível para uma só pessoa.

    c) Ricardo Reis simboliza uma forma humanística de ver o mundo do espírito da Antiguidade Clássica.

    d) junto com Mário de Sá-Carneiro, dirige a publicação do segundo número de Orpheu, em 1926.

    e) a Tabacaria, de Alberto Caeiro, mostra seu desejo de deixar o grande centro em busca da simplicidade do campo.

    ver resposta


  • Questão 3

    Enem – 2004

    A tirinha de Hagar estabelece um interessante contraponto com o poema Eu sou do tamanho do que vejo, de Alberto Caeiro
    A tirinha de Hagar estabelece um interessante contraponto com o poema Eu sou do tamanho do que vejo, de Alberto Caeiro

    Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver no Universo...

    Por isso minha aldeia é grande como outra qualquer

    Porque sou do tamanho do que vejo

    E não do tamanho da minha altura...

    (Alberto Caeiro)

    A tira Hagar e o poema de Alberto Caeiro (um dos heterônimos de Fernando Pessoa) expressam, com linguagens diferentes, uma mesma ideia: a de que a compreensão que temos do mundo é condicionada, essencialmente,

    a) pelo alcance de cada cultura.

    b) pela capacidade visual do observador.

    c) pelo senso de humor de cada um.

    d) pela idade do observador.

    e) pela altura do ponto de observação.

    ver resposta


  • Questão 4

    Sobre Fernando Pessoa e seus heterônimos, é incorreto afirmar:

    a) Foi um dos principais representantes do modernismo português, ao lado de nomes como Mário de Sá-Carneiro, Luiz de Montalvor e Ronald de Carvalho.

    b) Cada um dos heterônimos criados por Fernando Pessoa apresenta estilos e biografias distintos, compondo um interessante processo de fragmentação psicológica sem igual na história da literatura.

    c) Fernando Pessoa escreveu grande parte de sua obra em língua portuguesa, embora tenha sido alfabetizado na língua inglesa enquanto viveu em Durban, na África do Sul.

    d) O fenômeno da heteronímia é a principal característica da obra de Fernando Pessoa. As principais personalidades literárias criadas pelo poeta foram Alberto Caeiro, Álvaro de Campos, Ricardo Reis e Bernardo Soares.

    ver resposta


Respostas

  • Resposta Questão 1

    Alternativa “a”. Bernardo Soares é uma espécie de alter ego do poeta. É dele uma das mais importantes obras de Fernando Pessoa, Livro do desassossego. A principal característica de Alberto Caeiro é a forte ligação com a natureza e a negação de qualquer tipo de pensamento filosófico. Entre todos os heterônimos, Álvaro de Campos foi o único a apresentar fases poéticas diferentes: foi decadentista, futurista e niilista. Concebida no estilo Neoclássico, a poesia de Ricardo Reis caracteriza-se pelo emprego de uma linguagem culta e precisa, distante de espontaneidade.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Alternativa “e”. O poema Tabacaria, de Álvaro de Campos, mostra o sentimento de revolta e inconformismo do eu lírico. É predominantemente niilista, uma das fases poéticas pelas quais o heterônimo passou.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Alternativa “a”.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Alternativa “c”. Em vida, Fernando Pessoa publicou apenas um livro em língua portuguesa, Mensagem, obra que narra o glorioso passado de Portugal.

    voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas