Você está aqui Exercícios Exercícios de História Exercícios sobre a I Guerra Mundial, 1914-1918

Exercícios sobre a I Guerra Mundial, 1914-1918

A formação de coligações de nações e os aspectos econômicos são primordiais para a compreensão e realização dos exercícios sobre I Guerra Mundial.

  • Questão 1

    (Uel)

    “A Grande Guerra de 1914 foi uma consequência da remobilização contemporânea dos anciens regimes da Europa. Embora perdendo terreno para as forças do capitalismo industrial, as forças da antiga ordem ainda estavam suficientemente dispostas e poderosas para resistir e retardar o curso da história, se necessário recorrendo à violência. A Grande Guerra foi antes a expressão da decadência e queda da antiga ordem, lutando para prolongar sua vida, que do explosivo crescimento do capitalismo industrial, resolvido a impor a sua primazia. Por toda a Europa, a partir de 1917, as pressões de uma guerra prolongada afinal abalaram e romperam os alicerces da velha ordem entrincheirada, que havia sido sua incubadora. Mesmo assim, à exceção da Rússia, onde se desmoronou o antigo regime mais obstinado e tradicional, após 1918 – 1919, as forças da permanência se recobraram o suficiente para agravar a crise geral da Europa, promover o fascismo e contribuir para retomada da guerra total em 1939.”

    (MAYER, A. A força da tradição: a persistência do Antigo Regime. São Paulo: Companhia das Letras, 1987. p. 13-14.)

    De acordo com o texto, é correto afirmar que a Primeira Guerra Mundial:

    a) teria sido resultado dos conflitos entre as forças da antiga ordem feudal e as da nova ordem socialista, especialmente depois do triunfo da Revolução Russa.

    b) resultou do confronto entre as forças da permanência e as forças de mudança, isto é, do escravismo decadente e do capitalismo em ascensão.

    c) foi consequência do triunfo da indústria sobre a manufatura, o que provocou uma concorrência em nível mundial, levando ao choque das potências capitalistas imperialistas.

    d) foi produto de um momento histórico específico em que as mudanças se processavam mais lentamente do que fazem crer os historiadores que tratam a guerra como resultado do imperialismo.

    e) engendrou o nazifascismo, pois a burguesia europeia, tendo apoiado os comunistas russos, criou o terreno propício ao surgimento e à expansão dos regimes totalitários do final do século.

    ver resposta



  • Questão 2

    (UFF) Muitos historiadores consideram a Primeira Guerra Mundial como fator de peso na crise das sociedades liberais contemporâneas. Assinale a opção que contém argumentos todos corretos a favor de tal opinião.

    a) A economia de guerra levou a um intervencionismo de Estado sem precedentes; a “união sagrada” foi invocada em favor de sérias restrições às liberdades civis e políticas e, em função da guerra recém-terminada, eclodiram em 1920 graves dificuldades econômicas que abalaram os países liberais sobretudo através da inflação.

    b) Em todos os países, a economia de guerra forçou a abolir os sindicatos operários, a confiscar as fortunas privadas e a fechar os Parlamentos, pondo assim em xeque os pilares básicos da sociedade liberal.

    c) Durante a guerra, foi preciso instaurar regimes autoritários e ditatoriais em países antes liberais como a França e a Inglaterra, em um prenúncio do fascismo ainda por vir.

    d) A guerra transformou Estados antes liberais em gestores de uma economia militarizada que utilizou de novo o trabalho servil para a confecção de armas e munições, em flagrante desrespeito às liberdades individuais.

    e) Derrotadas na Primeira Guerra Mundial, as grandes potências liberais foram, por tal razão, impotentes para conter, a seguir, o desafio comunista e o fascismo.

    ver resposta


  • Questão 3

    Analise as afirmativas abaixo:

    I – A defesa da soberania de determinados grupos minoritários e nacionalistas levou as grandes nações industriais a empreender pequenas guerras que potencializavam as diversas animosidades. Nesse aspecto, compreendemos a realização de uma corrida armamentista que alcançaria seu auge momentos antes da Grande Guerra, iniciada em 1914;

    II – Ao contrário do previsto, a I Guerra Mundial não foi resolvida em um curto prazo de tempo. A fragilidade militar das nações envolvidas na guerra dificultou o aparecimento de um vencedor inconteste e fez com que as batalhas se arrastassem ao longo de quatro anos e três meses;

    III – Ao fim da I Guerra Mundial, a Europa começou a sofrer uma verdadeira crise de valores. Em meio às desilusões de um continente destruído, as tendências comunistas e fascistas começaram a atrair boa parte da população.

    A partir da análise das afirmativas acima, assinale a alternativa:

    a) se apenas a afirmativa I estiver incorreta.

    b) se apenas a afirmativa II estiver incorreta.

    c) se apenas a afirmativa III estiver incorreta.

    d) se apenas as afirmativas I e II estiverem incorretas.

    e) se apenas as afirmativas I e III estiverem incorretas.

    ver resposta


  • Questão 4

    Os países envolvidos na I Guerra Mundial dividiram-se em duas coligações de nações que se enfrentaram durante os anos da guerra, formadas inicialmente por seis países. Qual das alternativas indica corretamente as coligações de nações e os países participantes?

    a) Eixo, formado por Alemanha, Itália e Japão; e os Aliados, composto por França, Inglaterra e Estados Unidos.

    b) Tríplice Aliança, composta pela Alemanha, Áustria-Hungria e Itália; e a Tríplice Entente, formada pela França, Inglaterra e Rússia.

    c) Eixo, formado por Alemanha, Itália e Japão; e Tríplice Entente, formada pela França, Inglaterra e Rússia.

    d) Tríplice Aliança, composta pela Alemanha, Áustria-Hungria e Itália; e os Aliados, composto por França, Inglaterra e Estados Unidos.

    ver resposta


Respostas

  • Resposta Questão 1

    Letra D. O Imperialismo também foi uma das causas da guerra, mas, segundo o texto do autor, havia outros motivos para a eclosão do conflito, ligados ao contexto histórico referente à ordem social e política que havia sido formada ainda na Idade Moderna. A Grande Guerra seria a demonstração da decadência desses regimes.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Letra A. A I Guerra Mundial e, posteriormente, a crise econômica do fim da década de 1920 levaram à crise do liberalismo, que havia se desenvolvido no século anterior. Além disso, os Estados passaram a participar ativamente das ações econômicas, mostrando os limites de uma ação livre através do mercado capitalista.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Letra B. A I Guerra Mundial foi longa, mas não em decorrência da fragilidade militar das nações envolvidas, e sim em razão de um grande equilíbrio de forças bélicas que impediu a vitória rápida de um dos lados do conflito.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Letra B. A Tríplice Aliança e a Tríplice Entente foram formadas para combater na I Guerra Mundial. O Eixo e os Aliados foram coligações de nações que existiram durante a II Guerra Mundial.

    voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas