Você está aqui Exercícios Exercícios de História Exercícios sobre cristãos-novos

Exercícios sobre cristãos-novos

Por meio destes exercícios sobre cristãos-novos, você poderá verificar os seus conhecimentos sobre essas personagens históricas que permearam o contexto da Idade Moderna.

  • Questão 1

    Leia o texto abaixo e assinale a alternativa correta:

    O número de cristãos-novos em algumas cidades do Brasil ultrapassou o número de judeus que viviam em Amsterdã no período de sua maior efervescência econômica e cultural. Mas devemos ter em mente que somente é possível obter dados demográficos sobre cristãos-novos em determinadas regiões do Brasil, através da contagem daqueles que foram presos pela Inquisição ou a ela denunciados como judaizantes. O número total será portanto sempre impreciso, pois a maior parte dos cristãos-novos que vieram para o Brasil não foram presos, e diluíram-se em meio a população brasileira. Em Minas Gerais arrolamos, até o presente, aproximadamente 500 cristãos-novos entre denunciados e presos. (NOVINSKY, Anita. “Das pesquisas sobre a Inquisição e os Cristão-Novos no Brasil ao Museu da Tolerância da Universidade de São Paulo.” [entrevista]. In: WebMosaica: revista do instituto cultural judaico Marc Chagall. v.3 n.2, jul-dez, 2011. p. 168.)

    Levando-se em consideração as afirmações da citação acima, é possível afirmar que, no Brasil:

    a) era permitida, em todo o território, a prática dos ritos judaicos.

    b) a inquisição investigava exclusivamente os judeus emigrados dos Países Baixos.

    c) nas regiões do Nordeste administradas pela Holanda, os ritos judaicos eram permitidos.

    d) nenhum cristão-novo podia frequentar missas nas Igrejas de Minas Gerais.

    e) os cristãos-novos eram denunciados pela população por representarem os interesses econômicos holandeses na Colônia.

    ver resposta



  • Questão 2

    Os cristãos-novos, isto é, judeus convertidos ao cristianismo, na maior parte das vezes, não observavam os preceitos da fé católica e continuavam a praticar os ritos judaicos nos reinos católicos durante a Idade Moderna. Essa prática velada do judaísmo ficou conhecida como:

    a) judaísmo heterodoxo.

    b) judaísmo cabalístico.

    c) judeo-cristianismo.

    d) criptojudaísmo.

    e) judaísmo messiânico.

    ver resposta


  • Questão 3

    O ano de 1506 foi emblemático para a sociedade portuguesa em virtude de fatos relacionados com cristãos-novos que imigraram da Espanha para Portugal no fim do século XV. Que fatos foram esses?

    a) Extradições forçadas de cristãos-novos para Israel.

    b) Sucessivos linchamentos de cristãos-novos em praça pública.

    c) Sessões de conversão em massa de católicos ao judaísmo.

    d) Perseguições de judeus à minoria católica de Portugal.

    e) Celebrações de missas ecumênicas que misturavam rituais judaicos com católicos.

    ver resposta


  • Questão 4

    Os judeus que habitavam os reinos católicos espanhóis foram expulsos de lá quando houve a unificação desses reinos na década de 1490. Muitos desses judeus migraram para Portugal para restabelecer suas vidas. Entretanto, em 1497, os judeus residentes em Portugal tiveram que escolher entre duas opções: ou sair do país ou se converterem ao cristianismo e obedecerem aos preceitos da Igreja Católica. Por que houve essa imposição do Reino Português aos judeus?

    a) Porque a Espanha anexou Portugal a seu território, no processo conhecido como União Ibérica. Assim, as leis contra a presença de judeus passaram a vigorar nos dois reinos.

    b) Porque os judeus apresentavam uma ameaça econômica, já que podiam interagir com grande facilidade com outras potências, como Holanda e França.

    c) Porque os portugueses relutavam em deixar aos cuidados de membros de outra religião as suas transações econômicas.

    d) Porque o Rei Manuel I teve que acatar as mesmas leis contra os judeus que vigoravam na Espanha após se casar com a espanhola Isabel de Aragão.

    e) Porque Portugal queria impedir que os judeus tomassem conta das esferas de poder político do reinado.

    ver resposta


Respostas

  • Resposta Questão 1

    Letra C

    No período colonial brasileiro, a prática dos ritos judaicos era expressamente proibida pela Igreja Católica. Nesse sentido, qualquer cristão-novo (judeu convertido ao cristianismo) que fosse flagrado praticando ritos judaicos era denunciado à inquisição. A única exceção esteve na parte do Nordeste brasileiro administrada pelos holandeses, que toleravam as atividades religiosas judaicas tanto nos Países Baixos quanto em suas colônias.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Letra D

    O criptojudaísmo (a palavra “cripto” indica segredo) foi o termo desenvolvido para definir o cristão-novo, que, mesmo converso ao cristianismo, ainda “reincidia” na prática do judaísmo, que era encarada como heresia, isto é, “judaizava” em segredo, como se dizia na época em que vigorava a inquisição nos países ibéricos e em suas colônias.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Letra B

    Em 1506, uma “epidemia” de linchamentos de cristãos-novos assolou a sociedade portuguesa. Centenas de judeus conversos ao cristianismo foram mortos pela população, que acreditava que esses judeus eram os causadores das calamidades pelas quais Portugal passava naquela época, como a seca e a peste.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Letra D

    Manuel I, de Portugal, após se casar com Isabel de Aragão, teve que acatar as leis espanholas a respeito da presença dos judeus em suas terras, o que implicava expulsá-los ou torná-los cristãos, nem que fosse à força, como ocorreu em Portugal.

    voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas