Você está aqui Exercícios Exercícios de História Exercícios sobre as invasões germânicas e a queda do Império Romano

Exercícios sobre as invasões germânicas e a queda do Império Romano

Com estes exercícios sobre as invasões germânicas, você pode avaliar seus conhecimentos sobre um dos principais fatores que causaram a queda do Império Romano.

  • Questão 1

    “Se se pode identificar na crise do mundo romano do século 3º o ponto de partida da profunda alteração que dará origem ao Ocidente medieval, parece legítimo considerar as invasões bárbaras do século 5º como acontecimento que precipitou as transformações, dando-lhe um aspecto catastrófico e modificando-lhe profundamente o aspecto”.

    LE GOFF, Jacques. A civilização do ocidente medieval. Bauru: Edusc, 2005, p.21.

    O historiador francês Jacques Le Goff aponta que as invasões germânicas precipitaram as transformações que ocorriam na Europa, bem como o fim do Império Romano. Entretanto, também diz que outros fatores contribuíram para a desagregação do Império Romano do Ocidente. Entre as alternativas a seguir, qual pode ser considerada um fator que contribuiu para o fim do Império Romano:

    a) as reformas dos irmãos Graco e a revolta de Espártaco

    b) o domínio etrusco e a crise da monarquia

    c) decadência do sistema escravista e desestruturação militar

    d) a crise da monarquia e as reformas dos irmãos Graco

    e) desestruturação militar a partir da revolta de Espártaco

    ver resposta



  • Questão 2

    Aponte uma consequência direta que resultou do processo de invasão germânica:

    a) aumento da produção agrícola, uma vez que os germânicos eram exímios agricultores.

    b) ruralização da Europa, pois a população fugia das invasões e abrigava-se nas zonas rurais do Império.

    c) fortalecimento do paganismo na Europa, uma vez que parte dos povos germânicos não era cristã.

    d) desagregação do Império Romano do Oriente a partir da conquista de Constantinopla em 476 d.C.

    e) consolidação do poder dos godos sobre toda a Europa Ocidental e instituição da língua gótica como idioma oficial.

    ver resposta


  • Questão 3

    (UFRN) Sidônio Apolinário, aristocrata da Gália romana, escrevendo a um amigo, num período de grandes transformações culturais, assim se expressou:

    O vosso amigo Eminêncio, honrado senhor, entregou uma carta por vós ditada, admirável no estilo […]. A língua romana foi há muito tempo banida da Bélgica e do Reno; mas se o seu esplendor sobreviveu de qualquer maneira, foi certamente convosco; a nossa jurisdição entrou em decadência ao longo da fronteira, mas enquanto viverdes e preservardes a vossa eloquência, a língua latina permanecerá inabalável. Ao retribuir as vossas saudações o meu coração alegra-se dentro de mim por a nossa cultura em desaparição ter deixado tais traços em vós […].

    Apud PEDRERO-SÁNCHEZ, Maria Guadalupe. “História da Idade Média: textos e testemunhas”. São Paulo: Editora UNESP, 2000. p. 42-43.

    A opinião contida no fragmento da carta está diretamente relacionada às

    a) invasões dos territórios do Império Romano pelos povos germânicos, provocando mudanças nas instituições imperiais.

    b) influências da cultura grega sobre a latina após a conquista da Grécia pelos romanos e sua anexação ao Império.

    c) vitórias dos romanos sobre Cartago nas chamadas Guerras Púnicas (264-146 a. C.), impondo a cultura do Império a todo o norte da África.

    d) crises que se abateram sobre o Império Romano depois do governo de Marco Aurélio (161-180 d. C.), quando o exército passou a controlar o poder.

    e) as invasões normandas que ocorrem no norte da Gália.

    ver resposta


  • Questão 4

    (UNAERP) Na história de Roma, o século III da era cristã é considerado o século das crises. Foi nesse período que:

    a) As tensões geradas pelas conquistas se refletiram nas contendas políticas, criaram um clima de constantes agitações, promovendo desordens nas cidades.

    b) O exército entrou em crise e deixou de ser o exército de cidadãos proprietários de terras.

    c) O império romano começou a sofrer a terrível crise do trabalho escravo, base principal de sua riqueza.

    d) Os soldados perderam a confiança no Estado e tornaram-se fiéis a seus generais, partilhando com eles os espólios de guerra.

    e) Os conflitos pela posse da terra geraram a Guerra Civil.

    ver resposta


Respostas

  • Resposta Questão 1

    Letra C

    A decadência do sistema escravista afetava a economia romana desde o século III – tanto que, durante as invasões germânicas, o exército romano passava por um grande processo de desestruturação, principalmente em virtude da dificuldade de manter financeiramente as tropas. A crise econômica que acontecia no Império Romano do Ocidente foi também consequência da decadência do sistema escravista romano.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Letra B

    A ruralização da Europa Ocidental foi uma consequência direta das invasões germânicas. Os ataques germânicos aos centros de produção da Gália e Península Ibérica e o fim das rotas comerciais afetaram o abastecimento dos grandes centros urbanos do Império Romano. Além disso, as cidades tornaram-se alvos dos saques dos povos germânicos. Para fugir da fome e da violência, as elites romanas abrigavam-se nas suas grandes propriedades nas zonas rurais e eram acompanhadas pela população pobre, que se instalava ao redor dessas propriedades à procura de proteção e alimento.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Letra A

    O trecho citado na questão faz referência ao abandono das características e tradições romanas nas regiões que foram ocupadas pelos povos germânicos. O abandono do idioma latino foi apenas uma mudança entre várias que ocorreram. Apesar disso, a instalação dos povos germânicos resultou em um processo de assimilação cultural em razão da junção de elementos da cultura germânica e elementos da cultura latina. O trecho citado faz referência à Gália, onde ocorreu, por exemplo, a fusão da linguagem romana, o latim, com influências da língua celta dos povos gauleses e da língua frâncica do povo germânico que lá se estabeleceu, os francos. Essa fusão de idiomas deu origem à língua francesa.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Letra C

    O século III foi considerado um período de crise. Os escravos no Império Romano eram obtidos a partir das guerras de expansão, mas em virtude das dimensões territoriais gigantescas, a prioridade em Roma passou a ser a manutenção das suas fronteiras, uma vez que a pressão dos povos germânicos começou a crescer. Além disso, houve a ampliação da cidadania romana para povos conquistados, como os gauleses. Esses dois fatores resultaram em uma queda drástica na quantidade de escravos obtidos pelo Império, o que acabou prejudicando a economia romana.

    voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas