Você está aqui Exercícios Exercícios de História do Brasil Exercícios sobre Invasões Holandesas

Exercícios sobre Invasões Holandesas

Resolva estes exercícios sobre Invasões Holandesas e amplie os seus conhecimentos sobre os principais aspectos relacionados a esse acontecimento.

  • Questão 1

    (FUVEST) Foram, respectivamente, fatores importantes na ocupação holandesa no Nordeste do Brasil e na sua posterior expulsão:

    a) o envolvimento da Holanda no tráfico de escravos e os desentendimentos entre Maurício de Nassau e a Companhia das Índias Ocidentais.

    b) a participação da Holanda na economia do açúcar e o endividamento dos senhores de engenho com a Companhia das Índias Ocidentais.

    c) o interesse da Holanda na economia do ouro e a resistência e não aceitação do domínio estrangeiro pela população.

    d) a tentativa da Holanda em monopolizar o comércio colonial e o fim da dominação espanhola em Portugal.

    e) a exclusão da Holanda da economia açucareira e a mudança de interesses da Companhia das Índias Ocidentais.

    ver resposta



  • Questão 2

    (UFMG) Leia o texto.

    "Nassau chegou em 1637 e partiu em 1644, deixando a marca do administrador. Seu período é o mais brilhante de presença estrangeira. Nassau renovou a administração (...) Foi relativamente tolerante com os católicos, permitindo-lhes o livre exercício do culto. Como também com os judeus (depois dele não houve a mesma tolerância, nem com os católicos e nem com os judeus - fato estranhável, pois a Companhia das Índias contava muito com eles, como acionistas ou em postos eminentes). Pensou no povo, dando-lhe diversões, melhorando as condições do porto e do núcleo urbano (...), fazendo museus de arte, parques botânicos e zoológicos, observatórios astronômicos". (Francisco Iglésias)

    Esse texto refere-se:

    a) à chegada e instalação dos puritanos ingleses na Nova Inglaterra, em busca de liberdade religiosa.

    b) à invasão holandesa no Brasil, no período de União Ibérica, e à fundação da Nova Holanda no nordeste açucareiro.

    c) às invasões francesas no litoral fluminense e à instalação de uma sociedade cosmopolita no Rio de Janeiro.

    d) ao domínio flamengo nas Antilhas e à criação de uma sociedade moderna, influenciada pelo Renascimento.

    e) ao estabelecimento dos sefardins, expulsos na Guerra da Reconquista Ibérica, nos Países Baixos, e à fundação da Companhia das Índias Ocidentais.

    ver resposta


  • Questão 3

    Leia o texto a seguir: “A primeira invasão ocorreu na Bahia, em 1624. Chefiada por Jacob Wilekems e Johan van Dorf (comandante terrestre, posteriormente morto em combate), logrou dominar Salvador e prender o governador. Não chegaram, porém, a estabelecer maiores contatos com os proprietários rurais do Recôncavo, pois a reação no interior, liderada pelo bispo dom Marcos Teixeira, conseguiu evitar qualquer tipo de penetração.” (Wehling, Arno; Wehling, Maria José C. De M. A formação do Brasil Colonial. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1994. p.127).

    O texto refere-se à:

    a) primeira invasão holandesa no nordeste no Brasil, já que, em 1624, o Sul e o Sudeste já haviam sido dominados pela Holanda.

    b) primeira invasão holandesa na Bahia, já que em outros estados brasileiros, os holandeses já haviam desembarcado desde o fim do século XV.

    c) primeira invasão holandesa no Brasil, que foi debelada no ano de 1625 por uma armada luso-espanhola.

    d) primeira e única invasão holandesa no Brasil, já que, depois de serem expulsos da Bahia em 1625, os holandeses não mais voltaram.

    e) primeira e única invasão holandesa no Brasil, já que os holandeses permaneceriam por cerca de duas décadas na Bahia até o momento da restauração da coroa portuguesa. 

    ver resposta


  • Questão 4

    Que personagem histórico, que viveu no Nordeste brasileiro durante o século XVII, colaborou com a invasão holandesa e depois foi julgado, condenado e morto pelas autoridades portuguesas sob a alcunha de traidor?

    a) Domingos Jorge Velho

    b) José de Anchieta

    c) José do Patrocínio

    d) Joaquim José da Silva Xavier

    e) Domingos Fernandes Calabar

    ver resposta


Respostas

  • Resposta Questão 1

    Letra B

    A “guerra do açúcar”, isto é, as intensas disputas que se desencadearam sobretudo entre Espanha e Holanda, no século XVII, pelo controle da produção e do comércio do açúcar, impeliu os holandeses à ocupação do Nordeste do Brasil. A tentativa inicial ocorreu, sem sucesso, na Bahia, em 1624. Depois, em 1630, os holandeses ocuparam a capitania de Pernambuco e lá permaneceram até 1654.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Letra B

    Maurício de Nassau foi o principal organizador da estrutura colonial holandesa no Nordeste brasileiro. Após o sucesso da invasão da capitania de Pernambuco, em 1630, os holandeses precisavam estabelecer um domínio eficaz sobre a região. A figura de Nassau foi decisiva nessa empreitada. A esse administrador coube a realização de medidas modernizadores que podem ser vistas ainda hoje em cidades como Recife e Olinda.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Letra C

    A primeira tentativa de invasão dos holandeses no Brasil foi debelada por forças espanholas e portuguesas — haja vista que nessa época já havia acontecido a União Ibérica — em 1625. Entretanto, os holandeses tentariam novamente, e desta vez com êxito, uma invasão no Nordeste por meio da capitania de Pernambuco. 

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Letra E

    Domingos Fernandes Calabar contribuiu com os holandeses no processo de ocupação da capitania de Pernambuco, tendo, antes disso, colaborado com os portugueses no reconhecimento daquela região. Em 1635, nos trâmites da disputa pela fixação no local, Calabar foi capturado e morto pelos portugueses. Sua figura já gerou inúmeros debates historiográficos e uma peça teatral intitulada “Calabar: o Elogio da traição”, concebida por Chico Buarque de Holanda e Ruy Guerra.

    voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas