Você está aqui Exercícios Exercícios de História do Brasil Exercícios sobre o governo João Goulart

Exercícios sobre o governo João Goulart

Com estes exercícios sobre o governo João Goulart, você pode avaliar seus conhecimentos sobre o último governo democrático antes da implantação da ditadura civil-militar.

  • Questão 1

    (UFRGS) A denominada “Campanha da Legalidade”, ocorrida no Rio Grande do Sul no final de agosto de 1961, foi uma consequência da:

    a) renúncia do presidente Jânio Quadros, que provocou a mobilização política para garantir a posse do vice-presidente João Goulart.

    b) vitória eleitoral do PTB, que supostamente ameaçava os setores conservadores da sociedade brasileira.

    c) renúncia do presidente Juscelino Kubitschek, fato que provocou uma extensa mobilização militar visando garantir a posse de João Goulart.

    d) vitória eleitoral do PSD, partido que tinha em seus quadros diversos elementos supostamente golpistas.

    e) política promovida por Leonel Brizola, que queria impedir a tomada do poder pelos grupos ligados à luta armada.

    ver resposta



  • Questão 2

    (Cesgranrio) Após a renúncia de Jânio Quadros, em 25 de agosto de 1961, os ministros militares julgaram inconveniente à segurança nacional o regresso do presidente João Goulart (então no estrangeiro) ao Brasil, a fim de tomar posse. Temendo a deflagração de uma guerra civil ou golpe militar, o Congresso contornou a crise aprovando um Ato Adicional à Constituição de 1946 para limitar os poderes do novo presidente. Por esse Ato Adicional:

    a) Foi instaurado o sistema parlamentarista de governo.

    b) O vice-presidente não seria mais considerado presidente do Congresso Nacional.

    c) Admitia-se a pena de morte para os casos de subversão.

    d) Instalava-se a Revolução de 1964

    e) Estabeleceu-se o Ato Institucional nº 5, e o Congresso entrou em recesso.

    ver resposta


  • Questão 3

    Após o parlamentarismo ter sido derrubado no plebiscito de 1963 e os plenos poderes presidenciais terem sido restabelecidos para João Goulart, foi montado um quadro administrativo com nomes como Celso Furtado e San Tiago Dantas. A partir disso, foi criado o plano trienal, que tinha como objetivo:

    a) promover a emissão de papel-moeda para combater a inflação.

    b) promover o combate à inflação e o crescimento econômico.

    c) combater a influência estrangeira, principalmente americana, na economia brasileira.

    d) promover a integração econômica do Brasil com a China.

    e) promover reformas no Exército a fim de anular os elementos que defendiam uma intervenção no governo.

    ver resposta


  • Questão 4

    A Marcha da Família com Deus pela Liberdade foi realizada em São Paulo, no dia 19 de março de 1964. Possuía o apoio do Instituto de Pesquisa e Estudos Sociais, instituição financiada pelos Estados Unidos. Qual era a causa defendida pelos idealizadores dessa marcha?

    a) concretização dos projetos de reforma agrária

    b) redução salarial para combater a inflação

    c) reação da sociedade contra a suposta ameaça comunista

    d) a continuidade do governo de João Goulart

    e) implantação da monarquia no Brasil

    ver resposta


Respostas

  • Resposta Questão 1

    Letra A

    A campanha ou batalha da legalidade foi a disputa que aconteceu nos meios militares e políticos sobre a posse de João Goulart na sucessão presidencial após a renúncia de Jânio Quadros. As alas conservadoras do Exército afirmaram que não aceitariam a posse de Jango, que era considerado um comunista, o que gerou a reação de outra ala legalista do Exército, que passou a defender a posse do então vice-presidente. Para evitar que a disputa se transformasse em uma guerra civil, foi acertado que João Goulart assumiria a presidência, mas com poderes limitados por causa da implantação do parlamentarismo.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Letra A

    Com a batalha pela legalidade, a disputa entre legalistas e conservadores tanto na política e principalmente no exército gerou o alarmismo em grupos políticos centristas, que perceberam o risco de uma guerra civil. Com isso, foi acertado entre as partes que Jango assumiria, entretanto, teria poderes limitados por causa da implantação do parlamentarismo.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Letra B

    O plano trienal foi adotado pelo governo de João Goulart após o plebiscito de 1963 ter restituído a integridade de seus poderes políticos. Esse plano pretendia combater a escalada da inflação e promover o crescimento da economia brasileira, que mostrava sinais de enfraquecimento; entretanto, ele falhou, pois não havia colaboração dos grupos da sociedade que criticavam as suas propostas. O sinal do fracasso foi dado pelos índices econômicos de 1963, pois a inflação alcançou 25% até maio, e o PIB cresceu apenas 1,5% em 1963, diferentemente dos 5,2% do ano anterior.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Letra C

    A Marcha da Família com Deus pela Liberdade foi uma resposta das alas conservadoras da sociedade brasileira contra as denúncias alarmistas que aconteciam sobre uma suposta conspiração comunista. Poucos dias antes, o governo de João Goulart havia defendido projetos alinhados à Esquerda política durante o discurso na Central do Brasil. A marcha tinha o apoio do IPES, instituto que atuou ativamente contra o governo de João Goulart e teve grande participação na conspiração do Golpe de 1964.

    voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas