Você está aqui Exercícios Exercícios de Gramática Exercícios sobre regência verbal e nominal

Exercícios sobre regência verbal e nominal

Estes exercícios sobre regência verbal e nominal vão testar os seus conhecimentos sobre essa importante área da sintaxe da língua portuguesa.

  • Questão 1

    (Fuvest-2001)

    A única frase que NÃO apresenta desvio em relação à regência (nominal e verbal) recomendada pela norma culta é:

    a) O governador insistia em afirmar que o assunto principal seria “as grandes questões nacionais”, com o que discordavam líderes pefelistas.

    b) Enquanto Cuba monopolizava as atenções de um clube, do qual nem sequer pediu para integrar, a situação dos outros países passou despercebida.

    c) Em busca da realização pessoal, profissionais escolhem a dedo aonde trabalhar, priorizando à empresas com atuação social.

    d) Uma família de sem-teto descobriu um sofá deixado por um morador não muito consciente com a limpeza da cidade.

    e) O roteiro do filme oferece uma versão de como conseguimos um dia preferir a estrada à casa, a paixão e o sonho à regra, a aventura à repetição.

    ver resposta



  • Questão 2

    (FUVEST)

    Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas correspondentes.

    A arma ___ se feriu desapareceu.

    Estas são as pessoas ___ lhe falei.

    Aqui está a foto ___ me referi.

    Encontrei um amigo de infância ___ nome não me lembrava.

    Passamos por uma fazenda ___ se criam búfalos.

    a) que, de que, à que, cujo, que.

    b) com que, que, a que, cujo qual, onde.

    c) com que, das quais, a que, de cujo, onde.

    d) com a qual, de que, que, do qual, onde.

    e) que, cujas, as quais, do cujo, na cuja.

    ver resposta


  • Questão 3

    Sobre a regência verbal e nominal, estão corretas as seguintes proposições, exceto:

    a) Quando o termo regente é um nome, isto é, um substantivo, um adjetivo ou advérbio, temos um caso de regência nominal. Exemplo: Este é o livro sobre o qual lhe falei.

    b) Quando o termo regente é um verbo, temos um caso de regência verbal. Exemplo: Eu gosto de música e literatura.

    c) Chamamos de regência a relação de interdependência que se estabelece entre as palavras quando elas se combinam para formar os enunciados linguísticos (frases, orações etc.).

    d) Quando o verbo for transitivo direto, ele exigirá o emprego de uma preposição entre o termo regente e o termo regido.

    e) Os verbos intransitivos não possuem complemento. Há, em alguns casos, adjuntos adverbiais que costumam acompanhá-los. Os verbos de ligação e os verbos impessoais sempre serão intransitivos. Exemplo: O menino parece triste.

    ver resposta


  • Questão 4

    Sobre as seguintes proposições, assinale a alternativa correta:

    I. Choveu muito ontem.

    II. Quero dormir!

    III. Respondi às questões da prova com cuidado.

    IV. Gostamos de filmes românticos.

    V. Agradeço aos ouvintes a audiência

    a) Verbo intransitivo – verbo transitivo direto – verbo transitivo indireto – verbo transitivo indireto – verbo transitivo direto e indireto.

    b) Verbo transitivo direto e indireto – verbo intransitivo – verbo intransitivo – verbo transitivo – verbo transitivo direto e indireto.

    c) verbo transitivo direto e indireto – verbo transitivo indireto – verbo transitivo indireto – verbo transitivo direto – verbo intransitivo.

    d) verbo transitivo direto – verbo intransitivo – verbo transitivo direto – verbo transitivo indireto – verbo intransitivo.

    ver resposta


Respostas

  • Resposta Questão 1

    Alternativa “e”.
    As regências adequadas seriam:
    em a) discordar de;
    em b) integrar algo (sem preposição);
    em c) priorizar algo (sem preposição);
    em d) consciente de.

    Na alternativa c) não é errada a construção “aonde trabalhar”, embora a questão ainda seja motivo de discordância entre gramáticos da língua portuguesa. Nessa mesma alternativa, em “priorizando à empresas”, não deve ocorrer crase, pois o plural “empresas” não comportaria o artigo singular “a”.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Alternativa “c”. Fique atento à regência correta dos verbos e à antecedência da preposição ao pronome relativo, caso haja exigência.

    Correção: a) A arma com que se feriu desapareceu. 
    b) Estas são as pessoas das quais lhe falei.
    c) Encontrei um amigo de infância de cujo nome não me lembrava.
    d) Passamos por uma fazenda onde se criam búfalos.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Alternativa “d”. Os verbos transitivos diretos não exigem emprego de preposição para o estabelecimento da relação de regência. Exemplo: Amo aquela garota.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Alternativa “a”.

    I. Choveu é um verbo impessoal, portanto, intransitivo.
    II. Quero é verbo transitivo direto, isto é, não necessita de uma preposição para o estabelecimento da relação de regência com seu complemento.
    III. Responder é verbo transitivo indireto, pois é necessária uma preposição entre termo regente e termo regido (quem responde, responde a alguma coisa ou a alguém).
    IV. Gostamos é verbo transitivo indireto (quem gosta, gosta de alguma coisa ou de alguém).
    V. Agradecer é verbo transitivo direto e indireto (quem agradece, agradece a alguém algo).

     

    voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas