Você está aqui Exercícios Exercícios de Gramática Exercícios sobre gírias

Exercícios sobre gírias

Com estes exercícios a respeito das gírias, você pode avaliar seus conhecimentos sobre as diferentes formas e níveis de linguagem.

  • Questão 1

    Leia as palavras e expressões abaixo e, em seguida, marque a alternativa correta:

    guri – tribufu – mano – dar um rolé – da hora – dar um perdido – queimar o filme

    a) São expressões idiomáticas da língua portuguesa.

    b) São neologismos incorporados ao léxico da língua portuguesa.

    c) São dialetos das regiões sul e centro-oeste do Brasil.

    d) São palavras e expressões que podem ser compreendidas apenas em sentido conotativo.

    e) São gírias e expressões utilizadas em diversas regiões do Brasil.

     

    ver resposta



  • Questão 2

    Marque a única alternativa que não diz respeito às gírias utilizadas pelos falantes da língua portuguesa:

    a) A gíria é um tipo de linguagem empregado em determinadas situações e por determinados grupos sociais.

    b) De acordo com a intensidade e recorrência de utilização, as gírias podem ser incorporadas ao léxico das regiões em que são utilizadas em razão do grau de aceitação na sociedade.

    c) Estudar as gírias utilizadas por uma comunidade linguística é importante para compreendermos as transformações pelas quais passam as línguas e a maneira como os falantes transformam-nas de acordo com suas necessidades e em contextos específicos.

    d) As gírias podem ser consideradas como sendo um fenômeno linguístico de pouca importância, já que esse fenômeno não alcança a maioria dos falantes de uma língua, somente crianças e adolescentes.

    e) Podemos afirmar que as gírias são importantes objetos de análise sobre o funcionamento e as transformações linguísticas pelas quais passam certas comunidades do discurso.

     

    ver resposta


  • Questão 3

    (ENEM/2014 – Questão 116 – Modificada)

    Só há uma saída para a escola se ela quiser ser mais bem-sucedida: aceitar a mudança da língua como um fato. Isso deve significar que a escola deve aceitar qualquer forma de língua em suas atividades escritas? Não deve mais corrigir? Não!

    Há outra dimensão a ser considerada: de fato, no mundo real da escrita, não existe apenas um português correto, que valeria para todas as ocasiões: o estilo dos contratos não é o mesmo dos manuais de instrução; o dos juízes do Supremo não é o mesmo dos cordelistas; o dos editoriais dos jornais não é o mesmo dos cadernos de cultura dos mesmos jornais. Ou do de seus colunistas.

    (POSSENTI, S. Gramática na cabeça. Língua Portuguesa, ano 5, n. 67, maio 2011 – adaptado).

    Sírio Possenti defende a tese de que não existe um único “português correto”. Apesar de as gírias e as expressões idiomáticas não representarem a linguagem considerada como sendo culta, a língua padrão, o (re)conhecimento e o domínio das variações linguísticas de nossa língua implica, entre outras coisas, saber

    a) descartar as marcas de informalidade do texto.

    b) reservar o emprego da norma-padrão aos textos de circulação ampla.

    c) moldar a norma-padrão do português pela linguagem do discurso jornalístico.

    d) adequar as formas da língua a diferentes tipos de texto e contexto.

    e) desprezar as formas da língua previstas pelas gramáticas e manuais divulgados pela escola.

     

    ver resposta


  • Questão 4

    (ENEM/2014 – Questão 128 – Modificada)

    Em bom português

    No Brasil, as palavras envelhecem e caem como folhas secas. Não é somente pela gíria que a gente é apanhada (aliás, não se usa mais a primeira pessoa, tanto do singular como do plural: tudo é “a gente”). A própria linguagem corrente vai-se renovando e a cada dia uma parte do léxico cai em desuso.

    Minha amiga Lila, que vive descobrindo essas coisas, chamou minha atenção para os que falam assim:

    – Assisti a uma fita de cinema com um artista que representa muito bem.

    Os que acharam natural essa frase, cuidado! Não saber dizer que viram um filme que trabalha muito bem. E irão ao banho de mar em vez de ir à praia, vestido de roupa de banho em vez de biquíni, carregando guarda-sol em vez de barraca. Comprarão um automóvel em vez de comprar um carro, pegarão um defluxo em vez de um resfriado, vão andar no passeio em vez de passear na calçada. Viajarão de trem de ferro e apresentarão sua esposa ou sua senhora em vez de apresentar sua mulher.

    (SABINO, F. Folha de S. Paulo, 13 abr. 1984)

     

    A língua varia no tempo, no espaço e em diferentes classes socioculturais. Ao citar o exemplo das gírias, o texto exemplifica essa característica da língua, evidenciando que

    a) o uso de palavras novas deve ser incentivado em detrimento das antigas.

    b) a utilização de inovações do léxico é percebida na comparação de gerações.

    c) o emprego de palavras com sentidos diferentes caracteriza diversidade geográfica.

    d) a pronúncia e o vocabulário são aspectos identificadores da classe social a que pertence o falante.

    e) o modo de falar específico de pessoas de diferentes faixas etárias é frequente em todas as regiões.

    ver resposta


Respostas

  • Resposta Questão 1

    Letra E: As gírias são utilizadas em diferentes regiões do Brasil e podem ser compreendidas a partir de seu contexto de aplicação.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Letra D: Não apenas à linguagem culta (norma-padrão) devemos atribuir especial valor, já que todas as manifestações e níveis de linguagem têm sua importância e aplicabilidade em contextos distintos nas mais diferentes comunidades de discurso. Além disso, as gírias não são um estilo de linguagem restrito aos mais jovens, pois muitos idosos e adultos também as utilizam para se comunicar em determinados contextos.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Letra D: Embora seja atribuída à norma-padrão da língua portuguesa maior relevância com relação às outras formas de manifestação da linguagem, é essencial que os falantes de uma língua reconheçam e utilizem, em contextos específicos, as variações linguísticas e demais níveis de linguagem, como é o caso das gírias.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Letra B: As gírias são uma forma de analisarmos as variações de linguagem em diferentes épocas e em diferentes comunidades de discurso.

    voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas