Você está aqui Exercícios Exercícios de Gramática Exercícios sobre figuras de linguagem

Exercícios sobre figuras de linguagem

Os exercícios sobre figuras de linguagem, importante recurso expressivo da comunicação, mostrarão as diversas ocorrências da linguagem figurada em textos, músicas e imagens.

  • Questão 1

    Eu nasci há dez mil anos atrás
    E não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais
    (...)
    Eu vi a arca de Noé cruzar os mares
    Vi Salomão cantar seus salmos pelos ares
    Eu vi Zumbi fugir com os negros prá ?oresta
    Pro Quilombo dos Palmares, eu vi
    (...)
    Eu fui testemunha do amor de Rapunzel
    Eu vi a estrela de Davi brilhar no céu
    E pr’aquele que provar que eu tô mentindo
    Eu tiro o meu chapéu.

    (Eu nasci há dez mil anos atrás, Paulo Coelho e Raul Seixas. LP, Há dez mil anos atrás, Philips, 1976)

    É possível observar, no trecho sublinhado, a seguinte figura de linguagem:

    a) Metonímia.

    b) Hipérbole.

    c) Catacrese.

    d) Ironia.

    e) Sinestesia.

    ver resposta



  • Questão 2

    (UFPE)

    DESCOBERTA DA LITERATURA

    No dia-a-dia do engenho/ toda a semana, durante/

    cochichavam-me em segredo: / saiu um novo romance./

    E da feira do domingo/ me traziam conspirantes/

    para que os lesse e explicasse/ um romance de barbante./

    Sentados na roda morta/ de um carro de boi, sem jante,/

    ouviam o folheto guenzo, / o seu leitor semelhante,/

    com as peripécias de espanto/ preditas pelos feirantes./

    Embora as coisas contadas/ e todo o mirabolante,/

    em nada ou pouco variassem/ nos crimes, no amor, nos lances,/

    e soassem como sabidas/ de outros folhetos migrantes,/

    a tensão era tão densa,/ subia tão alarmante,/

    que o leitor que lia aquilo/ como puro alto-falante,/

    e, sem querer, imantara/ todos ali, circunstantes,/

    receava que confundissem/ o de perto com o distante,/

    o ali com o espaço mágico,/ seu franzino com gigante,/

    e que o acabasse tomando/ pelo autor imaginante/

    ou tivesse que afrontar/ as brabezas do brigante./ (…)

    João Cabral de Melo Neto

    Sobre as figuras de linguagem usadas no texto, relacione as duas colunas abaixo:

    1ª COLUNA

    (1) Romance de barbante
    (2) Roda morta; folheto guenzo
    (3) Como puro alto-falante
    (4) Perto/distante/mágico/Franzino/gigante
    (5) Cochichavam-me em segredo

    2ª COLUNA

    ( ) Pleonasmo
    ( ) Metáfora
    ( ) Comparação
    ( ) Metonímia
    ( ) Antítese

    A ordem correta é:

    a) 1, 2, 3, 4, 5

    b) 5, 2, 3, 1, 4

    c) 3, 1, 4, 5, 2

    d) 2, 1, 3, 4, 5

    e) 2, 4, 5, 3, 1

    ver resposta


  • Questão 3

     Leia a tirinha de “Calvin e Haroldo”, de Bill Watterson:

    As figuras de linguagem são importantes recursos expressivos da linguagem oral e escrita. Calvin e Haroldo de Bill Watterson
    As figuras de linguagem são importantes recursos expressivos da linguagem oral e escrita. Calvin e Haroldo de Bill Watterso

    Qual figura de linguagem está presente na fala do garoto?

    a) Antítese.

    b) Prosopopeia.

    c) Pleonasmo.

    d) Anacoluto.

    e) Ironia.

    ver resposta


  • Questão 4

    (ANHEMBI)

    “A novidade veio dar à praia

    na qualidade rara de sereia

    metade um busto de uma deusa maia

    metade um grande rabo de baleia

    a novidade era o máximo

    do paradoxo estendido na areia

    alguns a desejar seus beijos de deusa

    outros a desejar seu rabo pra ceia

    oh, mundo tão desigual

    tudo tão desigual

    de um lado este carnaval

    do outro a fome total

    e a novidade que seria um sonho

    milagre risonho da sereia

    virava um pesadelo tão medonho

    ali naquela praia, ali na areia

    a novidade era a guerra

    entre o feliz poeta e o esfomeado

    estraçalhando uma sereia bonita

    despedaçando o sonho pra cada lado”

    (Gilberto Gil – A Novidade)

    Assinale a alternativa que ilustra a figura de linguagem destacada no texto:

    a) “A novidade veio dar à praia/na qualidade rara de sereia”

    b) “A novidade que seria um sonho/o milagre risonho da sereia/virava um pesadelo tão medonho”

    c) “A novidade era a guerra/entre o feliz poeta e o esfomeado”

    d) “Metade o busto de uma deusa maia/metade um grande rabo de baleia”

    e) “A novidade era o máximo/do paradoxo estendido na areia”

    ver resposta


Respostas

  • Resposta Questão 1

    Alternativa “b”. A hipérbole é uma figura de linguagem que consiste em expressar uma ideia com exagero, observada principalmente no verso “Eu nasci há dez mil anos atrás”.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Alternativa “b”. Em “Romance de barbante”, podemos observar o uso de uma metonímia, pois foi empregado um termo no lugar de outro. Quando o poeta fala em “Romance de barbante”, está se referindo a um romance de literatura de cordel, pois seus livros são comumente vendidos em feiras, pendurados por barbantes. Em “Roda morta; folheto guenzo”, existe uma metáfora, pois foi atribuído às palavras um sentido que não lhes é próprio. Em “como puro alto-falante”, fica explícito o uso da comparação. Em “Perto/distante/Ali/espaço mágico/Franzino/gigante”, há uma antítese, pois se observa uma clara oposição de ideias. Em “Cochichavam-me em segredo”, há o emprego do pleonasmo, caracterizado pela repetição desnecessária de ideias semelhantes.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    Alternativa “e”. Podemos observar que Calvin está sendo irônico em sua declaração, pois afirma o contrário daquilo que ele sabe ser o correto, ou seja, ele sabe que a participação política é importante para que o cidadão possa reclamar seus direitos.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    Alternativa “b”. Em “A novidade que seria um sonho/o milagre risonho da sereia/virava um pesadelo tão medonho”, há um paradoxo expresso nas palavras sonho e pesadelo. Apesar de essas duas palavras apresentarem significados opostos, estão fundidas em um mesmo enunciado.

    voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas