Você está aqui Exercícios Exercícios de Geografia Exercícios sobre a formação da União Europeia

Exercícios sobre a formação da União Europeia

A União Europeia transformou-se em um dos principais atores internacionais da atualidade.

  • Questão 1

     “Do ponto de vista internacional, a integração europeia, tão desacreditada no início, acabou servindo de exemplo para o resto do mundo. Com o seu sucesso, associações semelhantes – pelo menos em parte, pois em nenhum outro lugar a unificação avançou tanto quanto na Europa – surgiram em vários continentes: o Nafta, na América do Norte; o Mercosul, na América do Sul; a Apec, na Ásia e no Pacífico, etc. O processo de unificação europeia mostrou ao mundo a importância de associações desse tipo”.

    Vesentini, José William. Geografia: o mundo em transição. São Paulo: Editora Ática, 2012. p.372.

    O sucesso da União Europeia em níveis de integração mencionado pelo autor deve-se ao fato de esse bloco econômico, diferentemente dos demais, apresentar:

    a) uma política alfandegária que permite a redução ou isenção de impostos sobre produtos negociados entre os países-membros.

    b) uma Tarifa Externa Comum, que representa a coesão do bloco em taxar os produtos advindos de outras regiões do mundo.

    c) a livre circulação de pessoas, capitais e mercadorias entre os países-membros, demonstrando o elevado grau de unificação que os países europeus conseguiram alcançar.

    d) uma política de controle produtivo, em que as empresas – em maioria estatais – são fortemente controladas pelas ações do Estado Europeu.

    ver resposta



  • Questão 2

    (UNIFENAS 2012)

    A acentuada crise que atinge a chamada zona do euro abrange um cenário complexo e pode ser analisada sobre várias perspectivas. A estrutura supranacional criada no pós-guerra, que reuniu a gênese da Comunidade Europeia para ampliar o espaço geoeconômico do mercado comum, parece arruinada, apesar de a União Europeia (UE) constituir hoje um bloco comunitário de relevância no cenário internacional. Considerando seus conhecimentos sobre a gênese da Comunidade Europeia que se transformou na atual União Europeia (UE), associados ao atual processo de crise que atinge a zona do euro, são feitas as seguintes observações:

    I) A integração econômica surgiu no pós-guerra como elemento chave para a reconstrução da Europa Ocidental, envolvendo França, Alemanha Ocidental, Itália, Bélgica, Holanda e Luxemburgo, com a criação da Comunidade Econômica do Carvão e do Aço (CECA) em 1952.

    II) Em 1957, o Tratado de Roma estabeleceu a Comunidade Econômica Europeia (CEE) e a Comunidade Europeia de Energia Atômica (Euratom).

    III) Posteriormente, em 1967, CECA, CEE e Euratom fundem-se, constituindo a Comunidade Europeia e iniciando a trajetória que eliminaria as restrições relacionadas à circulação de pessoas, capitais, mercadorias e serviços como prioridades à oficialização do mercado comum supranacional.

    IV) O Tratado de Maastricht, assinado em 1992, oficializou a criação da União Europeia (UE), sucessora da Comunidade Econômica Europeia e determinou a restrição à entrada de novos países-membros, iniciando o processo de retração do bloco quanto a futuras adesões.

    V) A crise europeia envolve, entre outras razões, a baixa sincronia existente entre os elementos político-institucional e econômico-financeiro na estrutura do bloco, associadas ao descontrole das contas públicas de algumas nações da zona do euro.

    VI) Portugal, Irlanda, Itália, Grécia e Espanha - que formam o chamado grupo dos PIIGS - são países que se encontram em posição delicada dentro da zona do euro, pois atuaram de forma mais indisciplinada nos gastos públicos e endividaram-se excessivamente. Das afirmações acima, estão corretas:

    a) Todas.

    b) I, II e III, apenas.

    c) II, III, IV e V, apenas.

    d) I, II, III, V e VI, apenas.

    e) I, III, IV e VI, apenas.

    ver resposta


  • Questão 3

    A União Europeia, sob o ponto de vista territorial e organizacional, possui muitas vantagens, mas também alguns graves problemas a serem combatidos, dentre os quais podemos destacar:

    I. Envelhecimento demográfico;

    II. Falta de integração por parte de nações menos desenvolvidas;

    III. Presença de ideais nacionalistas contrários à integração do bloco;

    IV. Insuficiência econômica para fazer frente a outros mercados regionais;

    Representam dificuldades enfrentadas pela União Europeia as afirmativas:

    a) I e III

    b) I e IV

    c) II, III e IV

    d) I, II e III

    e) III e IV

    ver resposta


  • Questão 4

    Em termos de classificação dos blocos econômicos, a União Europeia pode ser definida como:

    a) União Aduaneira

    b) Zona de Livre Comércio

    c) União Econômica e Monetária

    d) Pacto Econômico

    e) Organização continental

    ver resposta


  • Questão 5

    (UEPB)

    Turquia, um dos países candidatos a integrar a União Europeia, tem dividido opiniões quanto ao seu ingresso no bloco. Dentre as polêmicas que dificultam sua entrada destacam-se:

    I. A posição estratégica que o país ocupa enquanto nação cristã, no combate ao terrorismo e ao fundamentalismo.

    II. O tratamento diferenciado que o país ainda faz para com homens e mulheres.

    III. A prática de violação dos direitos humanos ainda presente no país, sobretudo contra os curdos.

    IV. A instabilidade econômica que o país ainda não conseguiu solucionar.

    Estão corretas as assertivas:

    a) I e IV, apenas

    c) I, II e III

    b) I, III e IV

    d) II, III e IV

    e) II e III, apenas

    ver resposta


Respostas

  • Resposta Questão 1

    O elevado grau de sucesso no processo de integração da União Europeia manifesta-se na peculiaridade do bloco em manter a livre circulação de pessoas, bens e capitais, algo inédito em blocos econômicos.

    Letra C.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    Das afirmativas apresentadas no enunciado da questão, todas são verdadeiras, exceto a de número IV quando afirma que o Tratado de Maastricht “determinou a restrição à entrada de novos países-membros”. A União Europeia, apesar de ter recusado, por exemplo, a entrada da Turquia várias vezes, não possui uma política de restrição de novos membros, tendo aceitado a inclusão de muitos países ao longo dos anos.

    Portanto, a alternativa a ser assinalada é:

    d) I, II, III, V e VI estão corretas.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    I. Verdadeiro – Em função das baixas taxas de natalidade e da elevação da qualidade e expectativa de vida, a União Europeia vem registrando um rápido envelhecimento de sua população. Isso é motivo de preocupação de vários governos europeus, que vêm adotando ações de estímulo ao aumento da natalidade nos países, com destaque para França e Alemanha;

    II. Verdadeiro – Há, de fato, um problema em termos de integração econômico-estrutural por parte de alguns países-membros da União Europeia. Tal questão é mais comum envolvendo países do leste europeu, que além de apresentarem os chamados “cidadãos de segunda classe” no continente, encontram dificuldades de integrar totalmente os seus meios de transporte e comunicação com os demais países, isso sem falar dos descompassos de suas economias;

    III. Verdadeiro – À medida que a Europa caminha em direção à união mais sólida e efetiva entre os membros do bloco, mais se manifestam nos países ações de repulsas e críticas a esse modelo por parte de nacionalistas. Boa parte da população sente-se mais holandesa, francesa ou inglesa do que propriamente europeia, o que pode gerar alguns problemas no futuro;

    IV. Falso – Mesmo com a crise econômica que vem assolando a União Europeia e que encontrou o seu auge em 2011, não é possível afirmar que ela não possua calibre para fazer frente à economia dos outros blocos. Na verdade, ela ainda é considerada o maior e mais importante bloco econômico do mundo.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    A União Europeia, por integrar a livre circulação de mercadorias, capitais e pessoas, é classificada como União Política, Econômica e Monetária. Letra C.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 5

    I. Falso – Apesar de registrar a presença de grupos cristãos em seu território, a Turquia não pode ser considerada uma nação cristã, uma vez que a maior parte da população é muçulmana. Além disso, sua posição não é considerada estratégica, e sim problemática, por fazer fronteira com inúmeros países do conturbado Oriente Médio.

    II. Verdadeira – Na Turquia, as mulheres encontram inúmeras restrições, o que desagrada a cúpula da União Europeia, que exige uma total liberdade de expressão e de ações por parte de homens e mulheres, com plena democracia.

    III. Verdadeira – Na Turquia, repressões a protestos e movimentos separatistas são relativamente comuns, sobretudo contra os curdos, que formam a maior nação sem pátria do mundo e que reivindicam o seu próprio território, que tomaria partes da própria Turquia e de outros países.

    IV. Verdadeira – A Turquia é considerada uma nação subdesenvolvida emergente, mas que apresenta elevadas dificuldades econômicas, fato que se coloca como uma ameaça para a União Europeia, que teme o alastramento de sua crise econômica.

    voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas