Você está aqui Exercícios Exercícios de Geografia do Brasil Exercícios sobre metrópoles brasileiras

Exercícios sobre metrópoles brasileiras

Os exercícios sobre metrópoles brasileiras abordam as questões estruturais e econômicas dos principais centros urbanos do país.

  • Questão 1

     “Longas filas de carros e ônibus em vias congestionadas virou cenário recorrente em centros urbanos do Brasil. Belém, Salvador e Rio de Janeiro são cidades que possuem problemas de mobilidade parecidos com os paulistanos. “Há dez anos, isso era questão quase exclusiva de São Paulo”, diz Ailton Brasiliense, presidente da Associação Nacional de Transportes Públicos. “Nesse período, a frota brasileira de veículos dobrou”. Hoje há 70 milhões de carros circulando no Brasil”.

    (FRANÇA, V. Fluidez é o desafio das grandes metrópoles brasileiras. Estadão, Economia (06/08/2014). Disponível em: http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,fluidez-e-o-desafio-das-grandes-metropoles-brasileiras,153967. Acesso em: 31/10/2014).

    O trecho acima relata um problema socioespacial urbano vivido pela grande maioria das metrópoles brasileiras. Tal problemática tem sua ocorrência creditada:

    a) ao rápido processo de urbanização e metropolização do Brasil.

    b) ao processo de engajamento da população em procurar fontes alternativas de transporte.

    c) às vendas intensivas de automóveis em todo o território nacional.

    d) ao crescente processo de descentralização industrial e o consequente êxodo rural que atualmente ocorre.

    e) à dinâmica urbana calcada na lógica do mercado financeira, fator que se manifesta em toda a rede urbana do país. 

    ver resposta



  • Questão 2

    São Paulo e Rio de Janeiro são as duas grandes metrópoles globais existentes no Brasil. Tais cidades encontram-se classificadas nesse patamar por apresentarem:

    a) uma maior dinâmica de deslocamento intra urbano.

    b) um maior mercado consumidor.

    c) uma produção intensiva de matérias-primas e produtos primários.

    d) uma cadeira produtiva calcada no pleno emprego.

    e) um alcance econômico em nível nacional e internacional.

    ver resposta


  • Questão 3

    Atualmente, há em curso um processo de diminuição do crescimento das grandes metrópoles no Brasil, fator associado, principalmente, ao atual e gradativo processo de desconcentração industrial vivido pelo país. Isso não significa que essas cidades não estejam crescendo, mas que tal crescimento está sendo menor do que os de outras cidades e também em comparação aos períodos anteriores.

    O trecho acima faz referência ao processo de:

    a) revitalização urbana

    b) desconcentração local

    c) desmetropolização

    d) ruralização

    e) migração de retorno

    ver resposta


  • Questão 4

    (PUC-SP)

    É comum encontrar, nas referências sobre a urbanização no século XX, menções ao fato de ela ter sido fortemente marcada pela metropolização. De fato, as metrópoles são fundamentais para se entender a vida urbana contemporânea. A respeito das metrópoles modernas brasileiras, pode-se afirmar que:

    a) não são aglomerações tão grandes quanto as de outros países, porque elas são fragmentadas em vários municípios, como no caso de São Paulo.

    b) são configurações cujas dinâmicas, em alguns casos, levaram seus limites para além do núcleo municipal de origem, formando aglomerações multimunicipais.

    c) elas são aglomerações modestas em razão da inviabilidade de se administrar em países pobres áreas urbanas de grande porte.

    d) apenas uma delas pode ser considerada de fato metrópole, logo, não se pode afirmar que no Brasil houve uma urbanização metropolitana.

    e) elas estão com o seu crescimento paralisado, sofrendo, em alguns casos, encolhimento, em função de novas políticas de planejamento.

    ver resposta


Respostas

  • Resposta Questão 1

    O trecho apresentado pela questão aborda a problemática da mobilidade urbana, que se tornou crônica no Brasil ao longo das últimas décadas. Tal fator está associado ao rápido e acelerado crescimento dessas cidades e à melhoria de renda da maior parte dessa população. Portanto, é o crescimento acelerado das metrópoles, sobretudo a partir da segunda metade do século XX a principal razão da macrocefalia urbana, o que inclui a ausência de mobilidade no espaço das cidades.

    Alternativa correta: letra A

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    O principal fator que contribuiu para que Rio de Janeiro e São Paulo sejam classificadas como metrópoles globais é o fato de apresentam um alcance internacional em termos econômicos, com a presença de instituições como a Bolsa de Valores e as sedes de inúmeras empresas multinacionais.

    Alternativa correta: letra E

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    O trecho, ao narrar a diminuição do crescimento das metrópoles, refere-se ao processo de desmetropolização, com a gradativa desconcentração de indústrias, serviços especializados e também de parte da população.

    Alternativa correta: letra C

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    As metrópoles brasileiras não apresentam diferenciações muito decisivas em relação às metrópoles de outros países, sendo marcadas por uma grande centralidade e uma dinâmica que extrapola os limites municipais, através do processo de conurbação e formação das regiões metropolitanas.

    Alternativa correta: letra B

    voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas