Você está aqui Exercícios Exercícios de Física Exercícios sobre colisões

Exercícios sobre colisões

Estes exercícios sobre colisões unidimensionais e colisões bidimensionais testarão seus conhecimentos sobre choques mecânicos onde há conservação da quantidade de movimento.

  • Questão 1

    (Udesc) Em uma colisão elástica frontal (em uma dimensão) entre duas partículas de massas m1 e m2, a partícula 2 estava em repouso antes da colisão. Analise as proposições em relação à colisão.

    I. A quantidade de movimento e a energia cinética do sistema se conservam.

    II. Se as massas são iguais, a magnitude da velocidade adquirida pela partícula 2, após a colisão, é igual à magnitude da velocidade da partícula 1, antes da colisão.

    III. Se m1 é maior que m2, a magnitude da velocidade adquirida pela partícula 2, após a colisão, será maior que a magnitude da velocidade da partícula 1, antes da colisão.

    IV. Se m1 é menor que m2, o vetor velocidade da partícula 1, após a colisão, é igual ao vetor velocidade que ela tinha antes da colisão.

    Assinale a alternativa correta:

    a) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.

    b) Somente as afirmativas I, III e IV são verdadeiras.

    c) Somente as afirmativas I, II e III são verdadeiras.

    d) Somente a afirmativa II é verdadeira.

    e) Somente a afirmativa IV é verdadeira.

    ver resposta



  • Questão 2

    (ESPCEX) Dois caminhões de massa m1=2,0 ton e m2=4,0 ton, com velocidades v1=30 m/s e v2=20 m/s, respectivamente, e trajetórias perpendiculares entre si, colidem em um cruzamento no ponto G e passam a se movimentar unidos até o ponto H, conforme a figura abaixo. Considerando o choque perfeitamente inelástico, o módulo da velocidade dos veículos imediatamente após a colisão é:

    a) 30 km/h

    b) 40 km/h

    c) 60 km/h

    d) 70 km/h

    e) 75 km/h

    ver resposta


  • Questão 3

    Um objeto de massa m movimenta-se com velocidade V. Em certo instante, ele colide contra outro objeto de mesma massa que estava inicialmente em repouso. Após a colisão, os dois objetos movimentam-se juntos. Marque a opção que indica a velocidade do conjunto formado pelos dois corpos após a colisão e o coeficiente de restituição dessa colisão.

    a) 0,5v e 0,8

    b) v e 1

    c) 0,5 v e 1

    d) 0,75 v e 0

    e) 0,5 v e 0.

    ver resposta


  • Questão 4

    A respeito dos tipos de colisão e de seus valores de coeficiente de restituição, marque o que for correto.

    a) O coeficiente de colisão para um choque parcialmente elástico será sempre maior que 0 e menor ou igual a 1.

    b) Na colisão parcialmente elástica, sempre haverá conservação parcial da quantidade de movimento, portanto, o coeficiente de restituição será sempre 0,5.

    c) Na colisão inelástica, não há velocidade relativa de aproximação entre os corpos, o que faz com que o coeficiente de restituição dessa colisão seja nulo.

    d) A energia cinética é totalmente conservada na colisão do tipo perfeitamente elástica.

    e) Na colisão perfeitamente elástica, há conservação total da energia cinética e conservação parcial da quantidade de movimento.

    ver resposta


Respostas

  • Resposta Questão 1

    LETRA “C”

    I: VERDADEIRA

    II: VERDADEIRA

    III: VERDADEIRA

    IV: FALSA. Em relação ao módulo e à direção, a velocidade não sofre alteração, mas o sentido é oposto, logo, os vetores velocidade antes e depois da colisão não são iguais.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 2

    LETRA “C”

    As quantidades de movimento de cada caminhão serão calculadas por:

    Q1 = m1 . V1

    Q1 = 2 . 103 . 30

    Q1 = 6 . 104 kgm/s

    Q2 = m2 . V2

    Q2 = 4 . 103 . 20

    Q2 = 8 . 104 kgm/s

    Há um ângulo de 90° entre as quantidades de movimento dos caminhões. Sendo essa uma grandeza vetorial, a quantidade de movimento resultante (QR) advém de uma soma vetorial:

    QR2 = Q12 + Q22

    QR2 = ( 6 . 104)2 + (8 . 104 )2

    QR2 = 36 . 108 + 64 . 108

    QR2 = 100 . 108

    QR2 = 102 . 108

    QR2 = 1010

    QR = (1010)1/2

    QR= 105 kgm/s

    Como a colisão é do tipo perfeitamente inelástica, após sua ocorrência, os corpos permanecem grudados. Sendo assim, podemos determinar a quantidade de movimento resultante como:

    QR= (m1 + m2) . V

    105 = ( 2 . 103 + 4 . 103 ) . V

    105 = 6 . 103 .V

    V = (105 ÷ 6 . 103)

    V = 102 ÷ 6

    Para transformar em km/h, deve-se multiplicar o valor por 3,6:

    V = 3,6 (102 ÷ 6)

    V = 360 ÷ 6

    V = 60 km/h

    voltar a questão


  • Resposta Questão 3

    LETRA “E”

    A velocidade do conjunto pode ser determinada pela conservação da quantidade de movimento:

    QINICIAL = Q FINAL

    m.v = (m+m).V

    m.v = 2m . V

    v = 2.V

    V = v / 2

    V = 0,5 v

    Os objetos permanecem grudados após a colisão, o que indica uma colisão perfeitamente inelástica. Sendo assim, o valor do coeficiente de restituição é zero, uma vez que não há velocidade relativa de afastamento entre os objetos.

    voltar a questão


  • Resposta Questão 4

    LETRA “D”

    a) ERRADA. Nas colisões parcialmente elásticas, o coeficiente de restituição será sempre maior que zero e menor que um (0 < e < 1), mas nunca será igual a um.

    b) ERRADA: Na colisão parcialmente elástica, o coeficiente de restituição pode assumir qualquer valor entre 0 e 1.

    c) ERRADA: Na colisão perfeitamente inelástica, não há velocidade relativa de afastamento entre os objetos que colidem.

    d) CORRETA.

    e) ERRADA: Na colisão perfeitamente elástica, a energia cinética e a quantidade de movimento sempre serão conservadas.

    voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas