Você está aqui Exercícios Exercícios de Biologia Exercícios sobre Fator Rh

Exercícios sobre Fator Rh

Para resolver estes exercícios sobre o fator Rh, relembre a sua importância no que diz respeito à transfusão de sangue e na eritroblastose fetal.

Questão 1

(UNESP) Uma mulher com útero infantil, Rh+ homozigota, casa-se com um homem Rh-. Impedida de ter filhos, o casal decide ter um “bebê de proveta” e contrata uma “mãe de aluguel” para receber em seu útero o zigoto formado por aquele casal. O que o casal não sabia é que a “mãe de aluguel” tivera três filhos, e que o último apresentara a doença hemolítica do recém-nascido. A probabilidade de o “bebê de proveta” nascer com a doença hemolítica do recém-nascido é:

a) mínima, visto que seu pai é Rh-.

b) mínima, visto que sua mãe genética é Rh+.

c) alta, já que o “bebê de proveta”, com absoluta certeza, será Rh+.

d) nula, visto que a doença hemolítica do recém-nascido só ocorre quando a mãe é Rh- e o pai Rh+.

e) alta, pois a “mãe de aluguel” é Rh+.

ver resposta


Questão 2

Uma mulher pretende ter um filho e teme que seu filho tenha a doença hemolítica do recém-nascido. Essa mulher fez os exames necessários para descobrir qual seu tipo sanguíneo e descobriu que era O+. Qual a probabilidade do filho dessa mulher ter a doença?

a) A probabilidade dependerá do fator Rh do pai da criança.

b) 50% de chance de ter a doença, pois a mulher é Rh positiva.

c) Nenhuma, pois o sangue dessa mulher é O, o que impossibilita a doença.

d) Nenhuma, pois a eritroblastose fetal só ocorre em mulheres com Rh-.

c) 100% de chance de ter a doença, pois a mulher é Rh positiva.

ver resposta


Questão 3

Durante uma aula de genética, um aluno perguntou se seria possível uma pessoa com Rh negativo ser filha de pais com Rh positivo. A professora disse que seria possível sim, desde que os pais possuíssem o genótipo:

a) Rr e Rr.

b) RR e rr.

c) Rr e rr.

d) RR e Rr.

ver resposta


Questão 4

Sabemos que para uma pessoa ser Rh positiva, basta que ela apresente um alelo dominante. Sendo assim, indivíduos Rr e RR apresentam o fator Rh em suas hemácias. Partindo desse princípio, podemos afirmar que o sistema Rh é condicionado por alelos com:

a) codominância.

b) dominância completa.

c) dominância incompleta.

d) pleiotropia.

ver resposta


Questão 5

(FEI-SP) Para que ocorra a possibilidade de eritroblastose fetal (doença hemolítica do recém-nascido), é preciso que o pai, a mãe e o filho tenham, respectivamente, os tipos sanguíneos:

a) Rh+, Rh-, Rh+.

b) Rh+, Rh-, Rh-.

c) Rh+, Rh+, Rh+.

d) Rh+, Rh+, Rh-.

e) Rh-, Rh+, Rh+.

ver resposta



Respostas

Resposta Questão 1

Alternativa “c”. A probabilidade é alta, pois a mãe de aluguel é negativa, uma vez que seu último filho apresentou a doença hemolítica do recém-nascido e a criança terá com certeza Rh+.

voltar a questão


Resposta Questão 2

Alternativa “d”. Não existe nenhuma probabilidade de o filho apresentar a doença hemolítica do recém-nascido, pois ela só ocorre em mães Rh negativo que estão esperando um bebê Rh positivo.

voltar a questão


Resposta Questão 3

Alternativa “a”. Um filho Rh negativo só pode ser filho de pais positivos se estes forem heterozigotos. Nesse caso, a probabilidade de o casal heterozigoto ter um filho rr é de 25%.

voltar a questão


Resposta Questão 4

Alternativa “b”. Esse é um caso de dominância completa, pois o indivíduo heterozigoto apresenta o fenótipo condicionado pelo alelo dominante.

voltar a questão


Resposta Questão 5

Alternativa “a”. O pai precisa ter Rh+, a mãe, Rh-; e o filho, Rh+, pois a doença só ocorre em mulheres Rh negativas que estão grávidas de um bebê Rh positivo.

voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
Assista às nossas videoaulas